Oracle e código aberto

A Oracle tem o compromisso de oferecer escolha, flexibilidade e um custo de computação mais baixo aos usuários finais. Ao investir recursos significativos no desenvolvimento, teste, otimização e suporte de tecnologias de código aberto como Linux, PHP, Apache, Eclipse, Berkeley DB e InnoDB, a Oracle está claramente adotando e oferecendo soluções de código aberto como uma opção viável para desenvolvimento e implantação.

Hoje, muitos clientes estão usando Oracle junto com tecnologias de código aberto em ambientes de missão crítica e estão colhendo os benefícios de custos mais baixos, gerenciamento facilitado, disponibilidade mais alta e confiabilidade, além de vantagens em desempenho e escalabilidade.

PRINCIPAIS INICIATIVAS DE CÓDIGO ABERTO

  • Linux no ambiente empresarial (em inglês) – O Banco de Dados Oracle é o número 1 em Linux, com 82,6% do mercado (em inglês), e o Oracle Unbreakable Linux fornece suporte empresarial para o Linux por um custo mais baixo.
  • Eclipse (em inglês) – A Oracle é membro do conselho do Eclipse e desenvolvedor estratégico, e doou o Oracle TopLink à comunidade de código aberto. A Oracle também contribui com desenvolvedores e liderança para três projetos do Eclipse: Ferramentas Dali JPA, JavaServer Faces (JSF) e BPEL.
  • Facilitando o desenvolvimento em PHP (em inglês) – A Oracle está comprometida em levar o PHP à empresa, com o Zend Core para Oracle.
  • Projetos de criação de ferramentas de código aberto – A Oracle contribui para diversos projetos de criação de ferramentas de código aberto, incluindo O Projeto Trinidad (ADF Faces), Eclipse, Spring e SASH.
  • Incorporação com Berkeley DB – O Berkeley DB da Oracle é o banco de dados de código aberto mais largamente utilizado do mundo, com estimativa de mais de 200 milhões de implantações.
  • InnoDB (inglês) – Criado pela subsidiária da Oracle Innobase OY, o InnoDB é o melhor mecanismo de armazenamento transacional para o popular banco de dados MySQL de código aberto.