Comunicado de Imprensa

Nova Pesquisa da Oracle Revela que as Empresas Desconhecem as Vantagens Competitivas da Agilidade da Nuvem

O estudo indica que mais da metade das organizações de TI das empresas estão despreparadas para as ameaças competitivas, incluindo a habilidade dos concorrentes de lançar novos aplicativos mais rapidamente

SÃO PAULO—27 de Agosto de 2015


A Oracle anunciou hoje os resultados de seu estudo “Oracle Cloud Agility” e revelou que empresas de todo o mundo superestimam sua agilidade. Embora a maioria das empresas acredita ser ágil, a pesquisa da Oracle destaca que muitas organizações não conseguem gerenciar de forma flexível suas cargas de trabalho ou desenvolver, testar e lançar rapidamente novos aplicativos, o que as deixa muito mal preparadas para lidar com as ameaças competitivas. O estudo também descobriu uma falta de conhecimento entre as empresas no que diz respeito a como a tecnologia, como a Plataforma-como-Serviço (PaaS, na sigla em ingês), pode ser usada para ajudar a resolver estes desafios.

O estudo Oracle Cloud Agility pesquisou 2.263 funcionários de grandes empresas globais para entender a agilidade das empresas na era da nuvem. Os resultados demonstram que 64% consideram sua organização ágil (por exemplo, capaz de se ajustar rapidamente a novas oportunidades de negócios ou implementar novos produtos ou serviços rapidamente). Analisando o Brasil, as empresas são ainda mais positivas, com 72% acreditando que suas empresas são ágeis – atrás apenas dos chineses, com 80%.

Os participantes da pesquisa estão conscientes sobre os benefícios da agilidade, com 81% dizendo que a agilidade para desenvolver, testar e lançar rapidamente novos aplicativos comerciais é crítica ou tem importância para o sucesso de suas empresas, aumentando para 89% no Brasil. Em particular, praticamente um terço dos participantes (29%) acredita que a mobilização efetiva de aplicativos e serviços é o fator mais importante para o sucesso das empresas atualmente, no que diz respeito à infraestrutura de TI.

O estudo também revelou que o impacto competitivo da agilidade tem importância crítica para os negócios. De fato, a habilidade dos concorrentes em lançar serviços inovadores para os clientes mais rapidamente foi identificada como a principal ameaça pelas empresas (27%). Até 52% das empresas não possuem uma infraestrutura de TI capaz de resolver as ameaças para a competitividade, diminuindo para 47% no Brasil.

A pesquisa revela também que os benefícios de agilidade fornecidos pela PaaS não estão sendo aproveitados. De fato, praticamente metade das empresas (49%) pesquisadas não consegue, ou não sabe se elas podem mudar as cargas de trabalho entre nuvens públicas, privadas ou híbridas e migrar aplicativos instalados localmente para a nuvem. Além disso, apenas 50% das empresas consegue desenvolver, testar e implementar novos aplicativos empresariais para uso em dispositivos móveis em menos de seis meses, com esse número caindo para apenas 30% em um período de um mês.

“As empresas claramente sabem que a agilidade é a chave para o sucesso, mas existe uma falta de conhecimento em torno de como, exatamente, esta agilidade pode ser conseguida por meio dos investimentos corretos em tecnologia”, disse Robert Shimp, Vice-presidente do grupo de Tecnologia para Negócios da Oracle. “Atualmente, a PaaS habilita as empresas a criarem novos aplicativos rapidamente – em até duas semanas – permitindo que elas lancem novos aplicativos internos e externos mais rapidamente. Esta capacidade permite que as organizações reajam quase que instantaneamente às condições do mercado e levem seus produtos e serviços para os clientes antes da concorrência”.

Os resultados da pesquisa confirmam a avaliação de que as empresas não estão totalmente conscientes de como a PaaS pode aumentar a agilidade operacional. Apenas 32% dos participantes dizem entender totalmente o que a PaaS é, enquanto 29% admitem não entender. No Brasil, o número de entrevistados que responderam entender totalmente as funções da Paas aumenta para 44%. Para aqueles que dizem entender parcialmente a PaaS, apenas 31% citam o tempo para desenvolvimento de um aplicativo como um benefício principal, muito atrás de benefícios estratégicos como economizar custos da infraestrutura interna de TI (47%).

“As ofertas PaaS, como a Oracle Cloud Platform, possuem a habilidade de fornecer níveis sem precedentes de agilidade empresarial. A chave agora é demonstrar às empresas quão fácil é integrar esta plataforma de nuvem crítica às suas arquiteturas de TI. Sim, as economias fornecidas pela PaaS são importantes, mas ainda mais importante é a habilidade de ajudar as empresas a reduzirem o tempo de desenvolvimento de aplicativos e ajustar e integrar apps de Software como Serviço (SaaS, na sigla em ingês) de terceiros em suas empresas, permitindo que elas reajam melhor às demandas dos clientes”, disse Shimp.


Informações de contato
Danilo Valeta
Burson-Marsteller
danilo.valeta@bm.com
Rafael Aragão
Burson-Marsteller
rafael.aragao@bm.com
Fábio Auricchio
Diretor de Comunicação Corporativa
Oracle do Brasil
fabio.auricchio@oracle.com
Sobre a Oracle

A Oracle oferece um completo portfólio de aplicativos e plataforma de serviços integrados para a nuvem. Para obter mais informações sobre a Oracle (NYSE: ORCL), visite www.oracle.com/br.

Marcas Registradas

Oracle e Java são marcas registradas da Oracle e/ou suas afiliadas. Outros nomes são de propriedade de seus respectivos donos.