A automação na nuvem ajuda FedEx a responder às mudanças duas vezes mais rápido

Com o Oracle Cloud ERP, EPM, SCM e Analytics, a FedEx responde a desafios de negócios em tempo real e oferece melhor suporte ao crescimento orgânico e adquirido.

As ferramentas do Oracle Analytics permitem detalhar as operações quase em tempo real, ver o que está acontecendo e analisar como as coisas estão se desenvolvendo no mundo todo.

Chris WoodVice-Presidente, Contabilidade de Serviços Corporativos, FedEx Services

Os desafios dos negócios

A FedEx é conhecida por usar a inovação impulsionada pela tecnologia para melhorar constantemente não apenas a entrega de pacotes, mas as informações que os clientes têm sobre eles. A empresa queria aplicar o mesmo espírito de inovação às experiências de back-office voltadas para os funcionários, especificamente, para as funções de finanças e cadeia de suprimentos. Os líderes desse esforço não queriam um projeto único. Em vez disso, buscavam inovação para o modelo operacional.

Como resultado, a equipe de liderança criou uma organização permanente chamada Centro de Excelência em Inovação Digital (DICE), com hub localizado na sede da FedEx e centros de inovação regionais de excelência na Ásia e na Europa. A equipe do DICE queria alternativas ousadas para obter ganhos de eficiência inovadores em suas operações de back-office, e isso significava trazer as tecnologias e as táticas mais inovadoras. Essa transformação exigiu uma mudança em grande escala para aplicativos em nuvem.

Por que a FedEx escolheu a Oracle

FedEx escolheu o Oracle Cloud ERP, o EPM, SCM e o Analytics para criar uma plataforma unificada para oferecer suporte ao crescimento orgânico e adquirido. Uma oportunidade de adquirir a TNT, líder de logística europeia, ajudou a solidificar o caso de negócios de migração para a Oracle Cloud com o lançamento iniciado na Europa e depois na Ásia e na América do Norte.

A FedEx também selecionou a Oracle Gen 2 Cloud Infrastructure e o Autonomous Database para otimizar o desempenho desses aplicativos em nuvem. Para a FedEx, uma vantagem de usar o conjunto de aplicativos da Oracle Cloud é a integração perfeita entre todos os aplicativos em nuvem da empresa e um formato de dados comum em todos os aplicativos da Oracle. A Oracle Cloud ajuda a fornecer à FedEx a capacidade de adotar análises avançadas e inteligência artificial. Com recursos avançados de painel, as ferramentas de análise da Oracle Cloud permitiram que a FedEx executasse análises complexas de seus custos para gerenciar melhor a operação financeira.

A Oracle Cloud fornece uma plataforma para explorar o papel da IA em ajudar a empresa a ser resiliente, flexível e responsiva às mudanças nos negócios. As ferramentas de análise permitem que a FedEx analise as operações quase em tempo real, para saber o que está acontecendo em todo o mundo, à medida que a empresa ajusta constantemente suas redes e redistribui a capacidade com base nas demandas do momento.

Resultados

A FedEx padronizou mais de 220 operações usando mais de 40 aplicativos da Oracle Cloud. A FedEx também usa o Oracle Digital Assistant e o OCI Integration Services como parte de seus esforços para automatizar ainda mais muitos desses processos, com mais de 25 assistentes digitais criando transferências sem intervenção nesses processos.

Mais de 3.000 funcionários agora também usam a Oracle Analytics Cloud para uma tomada de decisão orientada por dados, bem como acesso a IA, aprendizado de máquina e automação de serviços.

Nas operações digitais, a FedEx reduziu significativamente o esforço manual e aumentou a velocidade das implantações de código, e agora tem uma velocidade de comercialização duas vezes mais rápida, graças à sua transformação digital e ao uso dos recursos de aplicativos, infraestrutura e plataforma da Oracle Cloud.

A FedEx virtualizou completamente o modelo de implantação de software e o treinamento de pessoas em novos sistemas, permitindo que a equipe configurasse nove novas instâncias locais do Oracle Cloud ERP durante a crise de COVID-19 sem interrupções nos cronogramas. No passado, a empresa enviava equipes a um país que implantava um sistema novo e importante, permanecendo lá por semanas para configurá-lo e treinar funcionários. A crise eliminou viagens a esses países, inspirando a mudança bem-sucedida para implantações virtuais.

Publicado:23 de julho de 2020