Nenhum resultado encontrado

Sua pesquisa não corresponde a nenhum resultado.

Sugerimos que você tente o seguinte para ajudar a encontrar o que procura:

  • Verifique a ortografia da sua pesquisa por palavra-chave.
  • Use sinônimos para a palavra-chave digitada; por exemplo, tente “aplicativo” em vez de “software.”
  • Tente uma das pesquisas populares mostradas abaixo.
  • Inicie uma nova pesquisa.
Perguntas Frequentes

O IDC MarketScape: Provedores de Softwares da Plataforma de Comércio Varejista Mundial de 2020

Avalie o sucesso das soluções de varejo em projetar, desenvolver, instalar, configurar e manter a evolução de uma plataforma completa de comércio de varejo.

O que é uma loja digital?

Aprenda como uma solução de loja digital pode ajudá-lo a aumentar o tráfego da loja, melhorar o engajamento, gerar conversão e aumentar o tamanho da cesta de compras.

Loja digital definida

A loja digital é um conjunto moderno de soluções baseadas em nuvem que permite que os varejistas integrem sua infraestrutura de loja e tecnologias de engajamento do consumidor, conectando os mundos digital e físico para oferecer experiências cruzadas e contínuas que os ajudarão a prosperar com o consumidor hiperconectado de hoje.

Ofereça experiências de varejo omnicanal perfeitas

No mundo atual voltado para o consumidor, os varejistas tradicionais devem usar tecnologias digitais inovadoras para se conectar com os consumidores ao longo do caminho até a compra, que muitas vezes termina na loja física. De acordo com uma pesquisa recente do consumidor, 71 por cento dos consumidores permanecem fiéis a um varejista com base na velocidade do serviço e na experiência de checkout.

Alavancar uma solução de varejo conectada que fornece uma experiência omnicanal perfeita ajudará você a conhecer, envolver e converter mais consumidores em clientes e dar às suas lojas uma vantagem competitiva - especialmente no desafiador ambiente de varejo de hoje.

Os hábitos de compra do consumidor continuam a mudar e evoluir - e conforme novas jornadas e experiências de compra do cliente surgem, a execução é tudo em termos de sucesso no varejo. As funções da loja e dos funcionários da loja precisam se transformar para servir a uma nova experiência de compra que atenda às expectativas do consumidor - mesmo quando essas expectativas mudam. Uma solução de loja digital que conecta os mundos digital e físico pode fornecer as experiências de comércio personalizadas e com velocidade de pensamento que os consumidores modernos exigem.

Melhore as jornadas dos clientes com uma solução de loja digital

A pesquisa da McKinsey & Company recentemente determinou que marcas que podem melhorar a jornada do cliente podem ver as receitas aumentarem em até 10 a 15%, ao mesmo tempo em que reduzem o custo de servir em 15 a 20%. Embora uma jornada digital tradicional (pedido online, envio de um centro de distribuição para casa) seja a jornada menos cara, está claro que o digital por si só não é a resposta. A chave do sucesso para os varejistas é uma operação omnicanal flexível e sofisticada.

Tradicionalmente, comprar online e retirar na loja (BOPIS) é o mais lucrativo para o varejista, mas não necessariamente o menos caro para o consumidor. Se o consumidor vier à loja para retirada, o valor médio do pedido aumenta cerca de 35%. 75% dos consumidores que vão à loja provavelmente farão uma compra adicional e 49% dos compradores fazem compras não intencionais enquanto pegam seus itens na loja.

Na esteira da pandemia da COVID-19, novas jornadas surgiram que respeitam o distanciamento social, consideram as experiências de varejo sem contato e ainda permitem a descoberta na experiência de compra. O risco de uma experiência ruim para o cliente aumenta à medida que as permutações da experiência de compra se desenvolvem, mas o mesmo acontecerá com as inovações no processo e na tecnologia que ajudam a facilitar e melhorar a jornada.

Os varejistas precisam de uma experiência integrada e coordenada que crie transparência e flexibilidade para atender o pedido de vários locais para atender às necessidades do cliente. Em tempos de incerteza, os consumidores desejam uma experiência de compra previsível, sem atrasos. É por isso que a Oracle oferece uma base para transformações digitais no varejo que não apenas aborda o envolvimento do cliente, mas também traz a ciência de dados de primeira linha para informar melhor essas jornadas.

Cinco maneiras pelas quais varejistas e marcas podem criar confiança e desenvolver resiliência

1. Ganhe a confiança do cliente

A segurança é a maior prioridade para os consumidores atualmente. Os varejistas precisam responder de maneira adequada e garantir que todas as precauções necessárias sejam tomadas antes do consumidor entrar na loja. Os varejistas que operam em vários países precisarão implementar um conjunto diferente de requisitos por região, mantendo a mesma experiência de marca.

2. Estude seu cliente de varejo

Nas primeiras semanas de reabertura após paralisações relacionadas à pandemia, os varejistas viram as compras transacionais à medida que os consumidores satisfaziam seu desejo reprimido de comprar ou reabastecer itens domésticos esgotados. Duas semanas após a inauguração, no entanto, os clientes queriam retornar com segurança à experiência relacional e social do varejo. É muito cedo para dizer como a tendência se desenvolverá, mas mais do que provável, os clientes retornarão a um modelo híbrido. E isso é bom: A pesquisa da McKinsey confirma que os clientes que compram em distintos canais são duas vezes mais lucrativos para o varejista. Ao segmentar os dados do cliente e entregar ofertas relevantes, os varejistas podem orquestrar o retorno da demanda do consumidor com um modelo de atendimento mais flexível.

3. Tudo ágil

A equipe, as lojas, o estoque, os pedidos e a cadeia de suprimentos precisam ser ágeis e responsivos. A tecnologia pode automatizar e dimensionar processos de negócios, fornecendo flexibilidade para ajustar e adaptar as jornadas do cliente. Com um nível de transparência operacional, os varejistas obtêm uma visão única do pedido, do estoque e do cliente e podem responder com mais eficácia para proteger as margens, independentemente das restrições de abertura e fechamento que regem as empresas e consumidores em todo o mundo.

4. Capacite o varejo com insights

Sim, os dados estão mudando. O consumidor de hoje tem acesso ilimitado às informações - mais informações do que muitos funcionários da loja têm acesso no trabalho. Nivele o campo de jogo para sua equipe e capacite o funcionário da loja com as ferramentas e os dados necessários para criar uma experiência superior. Aproveite a inteligência artificial e o machine learning para antecipar as necessidades do consumidor e elevar a experiência do cliente e da equipe, gerando novos níveis de satisfação para ambos.

5. Estabeleça canais de comunicação com o cliente

Varejistas precisam implementar comunicações localizadas. Se sua operação de varejo for encerrada em um local, comunique-se com os clientes em nível local para redirecionar a demanda para locais e canais alternativos. Por exemplo, se o contágio aumentar numa cidade novamente, a cidade vizinha, ou a mais próxima, provavelmente poderá atender os clientes de forma online. Com a tecnologia em vigor, os varejistas podem se comunicar mais especificamente, apresentar novas oportunidades para atender à demanda e conter o impacto em seus negócios.