Nenhum resultado encontrado

Sua pesquisa não corresponde a nenhum resultado.

Sugerimos que você tente o seguinte para ajudar a encontrar o que procura:

  • Verifique a ortografia da sua pesquisa por palavra-chave.
  • Use sinônimos para a palavra-chave digitada; por exemplo, tente “aplicativo” em vez de “software.”
  • Tente uma das pesquisas populares mostradas abaixo.
  • Inicie uma nova pesquisa.
Perguntas Frequentes

Exadata - Monitorando a temperatura ambiente dos servidores.

Por Anderson Graf

Revisado por Marcus Vinicius Miguel Pedro
Publicado em Março 2018

Manter a temperatura dos servidores dentro das especificações de desing do Oracle Exadata Rack ajuda a alcançar a máxima eficiência e vida útil dos equipamentos, desta forma, temperaturas ambiente fora da faixa de 21 a 23 graus Celsius acabam afetando todos os componentes dentro do Oracle Exadata causando possíveis problemas de desempenho, maior consumo de energia e tempo de vida reduzido.

Para os servidores do Oracle Exadata (database servers e storage servers) a temperatura registrada pelo sensor deve ficar na faixa de 5 a 32 graus Celsius, estando fora desta faixa significa que o sistema Exadata está operando em um ambiente com um potencial problema de resfriamento que precisa ser investigado e solucionado.

Os Exadata Storage Servers (cell nodes), por exemplo, possuem um threshold configurado e geram um alerta via e-mail caso a temperatura ultrapasse os 32 graus Celsius (logicamente se as configurações para envio estiverem corretas).

Para realizar a configuração e validação de envio de e-mail basta utilizar a Doc ID 2078602.1 - How to set up Exadata storage cell to send notifications about alerts, no My Oracle Support (MOS) como referência.

Além do envio de e-mail supracitado é possível realizar validações e/ou monitoramentos rotineiros das temperaturas do servidores de forma a garantir que o ambiente está operando dentro das condições recomendadas.

Conectado em um dbnode (database server), crie o arquivo all_group (se ainda não existir) contendo o ip de todos os database servers e storage servers do Exadata.



[root@dbnode1 ~]# cat all_group
   170.10.0.10
   170.10.0.11
   170.10.0.12
   170.10.0.13
   170.10.0.14

Para validar se já existe equivalência (chave pública) configurada entre os servidores execute o comando abaixo que irá retorna o hostname dos servidores:



[root@dbnode1 ~]# dcli -g all_group -l root 'hostname'
   170.10.0.10:  dbnode1
   170.10.0.11:  dbnode2
   170.10.0.12:  cellnode1
   170.10.0.13:  cellnode2
   170.10.0.14:  cellnode3


Caso ocorra erros informando a necessidade de password, basta executar o procedimento abaixo para criar a equivalência:



   [root@dbnode1 ~]# dcli -g all_group -l root -k
   root@dbnode1's  password:
   root@dbnode2's  password:
   root@cellnode1's  password:
   root@cellnode2's  password:
   root@cellnode3's  password:
   dbnode1:  ssh key added
   dbnode2:  ssh key added
   cellnode1:  ssh key added
   cellnode2:  ssh key added
   cellnode3:  ssh key added
   

Verificando a temperatura dos servidores:


 [root@dbnode1  ~]# dcli -g all_group -l root ipmitool sensor list | grep degree | grep T_AMB
   170.10.0.10:  T_AMB            | 21.000     | degrees C  | ok     | 3.000     | na        
   | na        | na        | na        | na
   170.10.0.11:  T_AMB            | 21.000     | degrees C  | ok     | 3.000     | na        
   | na        | na        | na        | na
   170.10.0.12:  T_AMB            | 22.000     | degrees C  | ok     | 3.000     | na        
   | na        | na        | na        | na
   170.10.0.13:  T_AMB            | 23.000     | degrees C  | ok     | 3.000     | na        
   | na        | na        | na        | na
   170.10.0.14:  T_AMB            | 24.000     | degrees C  | ok     | 3.000     | na        
   | na        | na        | na        | na
   
   [root@dbnode1 ~]# dcli -g all_group -l root 'ipmitool sunoem cli "show /SYS/T_AMB"  | 
   grep value'
   170.10.0.10:  value = 21.250 degree C
   170.10.0.11:  value = 21.250 degree C
   170.10.0.12:  value = 21.500 degree C
   170.10.0.13:  value = 22.500 degree C
   170.10.0.14:  value = 23.500 degree C

Estando a saída fora do intervalo de temperatura recomendado, investigue e corrija o problema.

Os seguintes itens devem ser analisados:

  • Fluxo de ar suficiente no rack;
  • A temperatura ambiente está dentro do intervalo especificado;
  • A parte traseira da prateleira está livre de obstruções.

Referências:

https://docs.oracle.com/cd/E80920_01/DBMMN/exadata-general-maintenance.htm#DBMMN21919

EXADATA HW: High Temperature (CL_TEMP) Alert From One Of The Cell Nodes (Doc ID 1544182.1)

Oracle Exadata Database Machine Setup/Configuration Best Practices (Doc ID 1274318.1)

How to set up Exadata storage cell to send notifications about alerts (Doc ID 2078602.1)

Anderson Graf, Bacharel em Sistemas de Informação e MBA em Gestão de Banco de Dados Oracle. Trabalha com banco de dados Oracle desde 2009, é Oracle OCP 10g/11g/12c, OCS Linux, Database e Cloud Control. OCE Performance Tuning; OPNCS. É um entusiasta da tecnologia Oracle e autor dos blogs andersondba.com.br e oraclehome.com.br.

Este artigo foi revisto pela equipe de produtos Oracle e está em conformidade com as normas e práticas para o uso de produtos Oracle.