Diversas possibilidades de criação de banco de dados - Parte 2

Criando PDBs no Oracle Database 12c
Por Alex Zaballa
Postado em Dezembro 2015

Revisado por Marcelo Pivovar - Solution Architect

Este é mais um artigo da série que irei escrever enquanto me preparo para o exame de atualização do OCM para a versão 12c. Estes artigos serão criados antes da prova e serão baseados apenas nos tópicos do exame.

Índice de artigos:

 

Fonte: Documentação da Oracle

Criando Pluggable Databases baseadas no PDB$SEED

Passo 1 à Criar o diretório para os datafiles do novo PDB e verificar o caminho dos datafiles do PDB$SEED.

mkdir -p /u02/oradata/CDB1/pdb1

 

Passo 2 à Verificar os PDBs existentes


Passo 3 à Criar o Pluggable Database PDB1 baseado no PDB$SEED. O PDB seed  é um template padrão fornecido pela Oracle.

 

Criando Pluggable Databases baseadas no PDB$SEED com utilização do PDB_FILE_NAME_CONVERT

Passo 1 à Setar o parâmetro PDB_FILE_NAME_CONVERT, com isso não é
necessário especificar a cláusula FILE_NAME_CONVERT na criação do PDB.

Passo 2 à Criar o Pluggable Database PDB2 baseado no PDB$SEED.


Criando Pluggable Databases baseadas no PDB$SEED com OMF

Passo 1 à Setar o parâmetro DB_CREATE_FILE_DEST, com isso não é
necessário especificar a cláusula FILE_NAME_CONVERT na criação do PDB.

 

Passo 2 à Criar o Pluggable Database PDB1 baseado no PDB$SEED.

 

Passo 3 à É possível verificar que os datafiles foram criados seguindo o padrão OMF.

Criando Pluggable Databases baseadas no PDB$SEED com OMF e definindo os recursos de Storage

Passo 1 à Criar o Pluggable Database PDB2 baseado no PDB$SEED.

 

Passo 2 à É possível verificar que os datafiles foram criados seguindo o padrão OMF.

 

Criando Pluggable Databases baseadas em outro PDB

Passo 1 à Criar o Pluggable Database PDB3 baseado no PDB2.

 

Passo 2 à É possível verificar que os datafiles foram criados seguindo o padrão OMF.

 

Criando Pluggable Databases baseadas em outro PDB e sem copiar os dados

Passo 1 à Verificar os dados da tabela.

 

Passo 2 à Criar o Pluggable Database PDB4 baseado no PDB1.

 

Passo 3 à É possível verificar que a tabela existe no PDB4, porém não contém dados.

 

Criando Pluggable Databases – Clonando PDBs Remotos

Passo 1 à Criar uma tabela nova no PDB99 e inserir dados (apenas para verificação futura).

 

Passo 2 à Adicionar a entrada no tnsnames.ora:


Passo 3 à Criar o usuário para o DBLINK.

Passo 4 à Criar o DBLINK e verificar a conexão.

Passo 5 à Criar o PDB através do DBLINK .


Passo 6 à É possível verificar a tabela criada no PDB original também existe no novo PDB.

 

Criando Pluggable Databases – Clonando um NON-CDB Remoto

Até a versão atual (12.1.0.2), existem algumas restrições para se plugar, como o  Database character set que deve ser compatível entre os bancos. Mais detalhes podem ser vistos no Oracle Support Doc ID 1968706.1.

Após a PDB ser criada, podem ser verificados quaisquer tipos de erros/warnings na view PDB_PLUG_IN_VIOLATIONS.

Passo 1 à Criar uma tabela nova e inserir dados (apenas para verificação futura).

Passo 2 à Criar o usuário para o DBLINK.


Passo 3 à Colocar o banco em modo de somente leitura.

 

Passo 4 à Adicionar a entrada no tnsnames.ora:


Passo 5 à Criar o DBLINK e verificar a conexão.

Passo 6 à Criar o PDB através do DBLINK .

Passo 7 à Rodar o script de conversão .

 

Passo 8 à É possível verificar a tabela que foi criada quando o banco era NONCDB.


Criando Pluggable Databases – Clonando um NON-CDB

Passo 1 à Colocar o banco em modo de somente leitura.

Passo 2 à Gerar o XML.

Passo 3 à Baixar o banco.

 


Passo 4 à Criar o PDB através do XML gerado .

Passo 5 à Rodar o script de conversão .


Passo 6 à É possível verificar a tabela que foi criada quando o banco era NONCDB.

 

Continue lendo: Parte 3: Criando PDBs no Oracle Database 12c utilizando o DBCA

 


Alex Zaballa, formado em Análise de Sistemas, é especialista em Banco de Dados Oracle com sólidos conhecimentos em Servidores de Aplicação e Sistemas Operacionais; trabalha com Oracle há 15 anos, é Oracle ACE Director, certificado OCM Database 11G/Cloud e conta com mais de 190 outras certificações em produtos da Oracle. Alex também é fundador do Grupo de Usuários Oracle de Angola (GUOA) e membro do time OraWorld.

Este artigo foi revisto pela equipe de produtos Oracle e está em conformidade com as normas e práticas para o uso de produtos Oracle.