Nenhum resultado encontrado

Sua pesquisa não corresponde a nenhum resultado.

Sugerimos que você tente o seguinte para ajudar a encontrar o que procura:

  • Verifique a ortografia da sua pesquisa por palavra-chave.
  • Use sinônimos para a palavra-chave digitada; por exemplo, tente “aplicativo” em vez de “software.”
  • Tente uma das pesquisas populares mostradas abaixo.
  • Inicie uma nova pesquisa.
Perguntas Frequentes

Globo.com

Sucesso de Clientes Oracle

A Globo.com atinge o dobro de transações com Exadata Cloud Service

Desafios comerciais

A Globo.com, maior grupo de mídia da América Latina, estava passando por uma transformação digital e tinha um sistema de faturamento que já estava no limite de sua capacidade. A empresa continuava crescendo e precisava de uma solução em nuvem que pudesse ser dimensionada com sua expansão.

A página da Globo.com tem cerca de 5 bilhões de visualizações por mês. Fizemos uma transição muito tranquila para a Oracle Cloud a fim de oferecer suporte à nossa transformação digital e colocamos todo o projeto em execução em menos de três semanas. Em menos de um ano, já conseguimos dobrar o número de transações.

Camila Dias

Gerente de Infraestrutura, Globo.com

Por que a Globo.com escolheu a Oracle

A Globo.com escolheu o Exadata Cloud Service e o Oracle Billing and Revenue Management (BRM) em execução na Oracle Cloud Infrastructure porque a solução atendeu à necessidade imediata de aumento da capacidade de faturamento. A empresa sabia que a solução poderia crescer com ela durante a transformação digital.

Resultados

A Globo.com dobrou o número de transações em menos de um ano com o Oracle BRM e Oracle Exadata Cloud Service, em execução na Oracle Cloud Infrastructure.

A Globo.com conseguiu uma transição perfeita para o novo serviço em três semanas, com impacto imediato nos negócios.

A Globo.com otimizou a disponibilidade de aplicativos para atender às suas necessidades e, ao mesmo tempo, fornecer conteúdo de qualidade para seus clientes.

O BRM foi selecionado para demonstrar experiência em um setor muito robusto, como as telecomunicações, e vemos no BRM a arquitetura necessária para implementar o início da nova estratégia direta para o consumidor, mas também escalar esse negócio no futuro.

Renata Pessoa

Diretora de Soluções Corporativas, Grupo Globo