Nenhum resultado encontrado

A pesquisa não corresponde a nenhum resultado

Sugerimos que você tente o seguinte para ajudar a encontrar o que procura:

  • Verifique a ortografia da sua pesquisa por palavra-chave.
  • Use sinônimos para a palavra-chave digitada; por exemplo, tente “aplicativo” em vez de “software.”
  • Tente uma das pesquisas populares mostradas abaixo.
  • Inicie uma nova pesquisa.

 

Perguntas Frequentes

Criação de um relatório simples utilizando o Information Publisher Report

Por Alex Zaballa , Yenugula Venkata RaviKumar (OCM) e Nassyam Basha (OCM) ,
Postado em Março 2015

Revisado por Marcelo Pivovar - Solution Architect

O Information Publisher Report é uma ferramenta que está integrada com o Framework do Enterprise Manager e que provê uma poderosa capacidade de gerar relatórios. Isto nos permite diagnosticar e interpretar informações dos nossos bancos de dados, com o objetivo de tomar melhores decisões com relação a nossa infraestrutura. Com o Information Publisher Report, podemos criar uma série de relatórios com conteúdo rico em informações, em formato HTML, com gráficos e o melhor de tudo, ela faz uso do Oracle Management Repository (OMR).

O Information Publisher Report possui por default alguns relatórios prontos para serem utilizados e também provê a capacidade de criarmos relatórios totalmente personalizados para atender as nossas necessidades ou as necessidades de nossos clientes. Neste artigo, vamos explicar passo a passo como criar um relatório simples e ver um exemplo de um dos muitos relatórios existentes.

Criando um relatório personalizado

Como dito anteriormente, o Information Publisher Report traz diversos relatórios pré-criados em seu repositório, prontos para serem utilizados. Dentro deste conjunto de relatórios, podemos encontrar alguns com informações sobre utilização de espaço em disco, métricas do ASM, resumo dos parâmetros de memória da nossa instância, entre outros. No entanto, os nossos requisitos ou as necessidades de nossos clientes podem divergir das informações que tais relatórios contém. Para resolver isso, temos a opção de criar relatórios personalizados com as informações que queremos e no nível de detalhes que precisamos.

Os relatórios que por padrão já estão presentes na ferramenta são:

Information Publisher Reports

  • Cisco
    • Cisco Switch
  • Compliance
    • Descriptions
    • Results
  • Deployment and Configuration
    • Alerts
    • Application Server Configuration
    • Client Configurations
    • Hardware
    • Linux Operating System Patching
    • Operating System
    • Oracle Database Configuration
    • Oracle Database Software
    • Oracle Fusion Middleware Software
    • Oracle Home Patch Advisories
    • Patching Automation Reports
  • Enterprise Manager Setup
    • Agent
    • Management Pack Access
    • Plug-in Inventory
  • Feature and License Pack Usage
    • License Pack Usage
  • Monitoring
    • Aggregate Targets
    • Alerts
    • Availability History
    • BPEL Performance Reports
    • Dashboards
    • Enterprise Manager Health
    • JBoss Application Server Performance
    • LDAP Directory Server
    • OID Service
    • Root Cause Analysis
    • SOA Performance Reports
    • Service Level Agreements
    • Service Tests
    • Target Status Diagnostics Reports
    • Templates
  • Security
    • Database Privileges
    • Database Targets
    • VPD and OLS Policies
  • Storage
    • Oracle Database Space Issues
    • Oracle Database Space Usage

No Enterprise Manager 12c Cloud Control, você deve selecionar a opção do menu “Enterprise“ à “Reports”. Nesse ponto você irá visualizar 2 opções:

  • BI Publisher Reports.

  • Information Publisher Reports.

O Bi Publisher Reports não está incluso por default e é responsabilidade do Administrador integrá-lo manualmente com o EM 12c Cloud Control através da ferramenta “configureBIP”.

Ao executar o comando “emctl status oms –details” será mostrada a seguinte mensagem:

[oracle@grid12c bin]$ ./emctl status oms -details Oracle Enterprise Manager Cloud Control 12c Release 4 Copyright (c) 1996, 2014 Oracle Corporation. All rights reserved. … … BI Publisher is not configured to run on this host.

Além disso, no seguinte caminho de navegação será mostrada a mensagem "O BI Publisher não está configurado”:

Menu “Enterprise” --> “Reports” --> “BI Publisher Enterprise Reports”

O Oracle Business Intelligence (BI) Publisher está substituindo o Information Publisher como ferramenta de relatórios do Enterprise Manager e é recomendado migrar seus relatórios para o BI Publisher. No entanto, o BI Publisher está fora do escopo deste artigo.

Relatório padrão:

Vamos a um exemplo de um dos relatórios que está incluso por padrão no repositório do Information Publisher:

Nome do relatório:Oracle Database Software” / ”Oracle Database Configuration SummaryDescrição: Mostra um resumo da configuração do banco de dados Oracle.

Relatório personalizado:

Em seguida, mostraremos como criar um relatório simples, mas totalmente personalizado de acordo com as nossas necessidades.

No menu “Reports”, selecione “Information Publisher Reports”, há uma opção para criar um novo relatório como mostrado na Figura 1-1.

Rota de Navegação: Enterprise --> Reports --> Information Publisher Reports

Figure 1-1

Agora podemos começar a trabalhar com relatórios personalizados, clicando no botão "Create" nesta tela, você vai ver que com uma simples consulta podemos obter um relatório sobre as estatísticas da PGA do nosso banco de dados, mostrando os dados com gráficos agradáveis ao cliente / usuário final. Diversos tipos de gráficos podem ser usados em nossos relatórios, tais como: Gráfico de linhas, Gráfico de barras, etc.

Figure 1-2

Nos dados solicitados pelo assistente, estará o título do relatório, qual a categoria do relatório, a subcategoria e uma descrição detalhada para posterior revisão sob a aba "General" (você pode ver isso na Figura 1-2 acima). Além disso, você tem que digitar o tipo de "Target", para este exemplo será uma instância de banco de dados, uma vez que nosso objetivo é executar consultas SQL e PL/SQL no nosso banco de dados e gerar um relatório a partir dele. Selecione a opção “Database Instance“ em “Target Type” e busque a instância de banco de dados que será utilizada para o relatório. Esta instância deve estar registrada no “Cloud Control”. Uma observação importante é que para visualizar esta instância o agente do “Cloud Control“ deve estar instalado e em execução na máquina onde a instância de banco de dados se encontra.

Na seção “Privileges”, escolha a opção “Run report using target privilege of the report owner (SYSMAN)”, nesta seção você também pode definir o período de tempo a ser analisado. Os detalhes da aba “General” podem ser encontrados na Figura 1-3.

Figure 1-3

A partir da aba "General", mude para a aba "Elements". Uma vez na aba "Elements", clique no botão "Add" para adicionar um novo elemento, que é necessário como mostrado na Figura 1-4. Podem existir um ou mais elementos no mesmo relatório, por isso não é obrigatório que os elementos sejam do mesmo tipo.

Figure 1-4.

Em um relatório simples, poderíamos ter vários elementos, como já foi indicado. No entanto, para este exemplo, após clicar sobre o botão "add" você deve selecionar a opção "Chart from SQL", uma vez que o necessário em nosso exemplo é ter um gráfico que exiba as informações da PGA.

Figure 1-5.

Depois de selecionar o item, o próximo passo deve ser configurá-lo. Clique em "Set Parameters", como mostrado na Figura 1-6. Depois de ter clicado você deve digitar o nome do cabeçalho, o tipo de gráfico e a consulta SQL a ser executada.

Figure 1-6.

Nota Importante: Antes de usar as consultas devemos ter certeza de que essas consultas SQL serão executadas sem erros. Basicamente o usuário MGMT_VIEW executa todos estes relatórios, então, para ser possível executar consultas, precisamos atribuir privilégios de "Select" nas “views” dinâmicas ao usuário MGMT_MVIEW. Os privilégios a seguir devem ser concedidos:

SQL> grant select on gv_$pgastat to mgmt_view; Grant succeeded.

SQL> grant select on gv_$instance to mgmt_view; Grant succeeded.

SQL> SQL> conn mgmt_view/oraworld Connected.

SQL> select * from ( select i.instance_name, p.name, p.value from gv$pgastat p, gv$instance i where p.inst_id=i.inst_id ) pivot( max(value) for name in ( 'aggregate PGA target parameter' as aggregate_PGA_target_parameter, 'total PGA allocated' as total_PGA_allocated, 'maximum PGA allocated' as maximum_PGA_allocated, 'total freeable PGA memory' as total_freeable_PGA_memory, 'total PGA inuse' as total_PGA_inuse, 'total PGA used for auto workareas' as PGA_used_for_auto_workareas, 'total PGA used for manual workareas' as PGA_used_for_manual_workareas )) order by instance_name;

A consulta que queremos utilizar foi testada e funcionou no SQL * Plus, agora podemos utilizá-la no nosso relatório. Complete as informações solicitadas como mostrado na figura a seguir:

Figure 1-7

Você pode continuar e adicionar outro elemento do tipo "Table from SQL":

Figure 1-8

Figure 1-9

Depois de selecionar "Table from SQL", clique em "Edit/Set Parameter" para configurá-lo. Não é necessário incluir vários elementos em um relatório, mas neste exemplo, queremos mostrar como combinar vários elementos dentro em um único relatório para personalizá-lo com base em nossas necessidades. Finalize a edição do elemento clicando no botão "Ok".

Figure 1-10

Agora mude de aba, pois vamos trabalhar com a aba "Schedule", nela é possível modificar os intervalos de tempo. Nesta seção você pode configurar com que frequência o relatório será executado. Uma vez configurado, clique no botão "Ok".

Figure 1-11

Depois de configurar a frequência de execução, agora iremos modificar a aba "Access". Nesta seção, podemos adicionar uma lista de usuários que serão capazes de modificar o relatório. De fato, o proprietário do relatório e o administrador terão acesso total a este relatório. Depois de definir esta seção clique no botão "Ok".

Figure 1-12

Quando o relatório for finalizado, ele poderá ser acessado a partir do menu "Information Publisher". O relatório pode ser visto sob a categoria e subcategoria que nós configuramos nas etapas anteriores. Tudo o que devemos fazer é clicar sobre o nome do relatório e o relatório e as suas informações serão automaticamente exibidos.

Figure 1-13.

Figure 1-14

Todas as informações sobre a PGA serão mostradas com os gráficos que nós configuramos na aba "Elements", você pode facilmente visualizar e analisar as colunas como "PGA target parameter", "allocated", "free memory", etc. Adicionalmente, na visualização do nosso relatório também temos a opção de fazer o download do relatório em formato CSV, clicando no ícone do lado direito do gráfico. Ao clicar, será perguntado onde queremos salvar o arquivo.

Figure 1-15

Alex Zaballa, formado em Análise de Sistemas, é especialista em Banco de Dados Oracle com sólidos conhecimentos em Servidores de Aplicação e Sistemas Operacionais; trabalha com Oracle há 15 anos, é ORACLE ACE, certificado OCM Database 11G e conta com mais de 100 outras certificações em produtos da Oracle. Desde 2007 é funcionário da empresa Júpiter em Angola, alocado em um projeto no Ministério das Finanças. Alex também é fundador do Grupo de Usuários Oracle de Angola (GUOA) e membro do time OraWorld.

Yenugula Venkata Ravikumar é um DBA com mais de 15 anos de experiencia com Oracle e em ambientes de alta disponibilidade (RAC, Data Guard, dentre outros), tuning e desempenho, migrações, backup e recover, Oracle Exadata X2 e X3, é Expert em sistemasoperacionais tais como como AIX, HP-UX e Linux. Já participou como conferencista de Oracle pela India, ode mora atualmente. Obteve o titulo de "Oracle Certified Master (OCM 10g)" em 2009.

Nassyam Basha é um DBA, OCM 11g, com experiência em tecnologias como Oracle Data Guard, RMAN, RAC. Ele já fez mais de 90 configurações do Data Guard em diferentes plataformas, de não-RAC RAC e vice-versa. Ele fez migrações bem-sucedidas com "switchovers" e "failovers" a vários bancos de dados de produção crítica. Ele participa ativamente de fóruns Oracle utilizando o usuário "CKPT" e ganhou mais de 10.000 pontos (nível guru). Publica regularmente artigos em seu blog www.oracle-ckpt.com e é co-autor do livro "Guia de Administração do Oracle Data Guard 11gR2".

Este artigo foi revisto pela equipe de produtos Oracle e está em conformidade com as normas e práticas para o uso de produtos Oracle.