Nenhum resultado encontrado

Sua pesquisa não corresponde a nenhum resultado.

Sugerimos que você tente o seguinte para ajudar a encontrar o que procura:

  • Verifique a ortografia da sua pesquisa por palavra-chave.
  • Use sinônimos para a palavra-chave digitada; por exemplo, tente “aplicativo” em vez de “software.”
  • Tente uma das pesquisas populares mostradas abaixo.
  • Inicie uma nova pesquisa.
Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes

Abra tudo Feche tudo

    Geral

  • O que é o Oracle Cloud Infrastructure Data Tranfer?

    A Transferência de Dados é um serviço de migração de dados offline que permite mover com segurança conjuntos de dados em escala de petabytes do seu datacenter para o Armazenamento de Objetos ou Armazenamento de Arquivos no Oracle Cloud Infrastructure. Nem sempre é possível usar a internet pública para mover dados para a nuvem devido a altos custos de rede, conectividade de rede não confiável, longos tempos de transferência e preocupações com segurança. O serviço de Transferência de Dados supera esses desafios e pode reduzir significativamente o tempo necessário para migrar dados para a nuvem.

  • Quando devo usar a Transferência de Dados?

    Você deve usar a Transferência de Dados quando o upload de dados usando a conectividade pública à internet não for possível. Essa falta de viabilidade pode resultar do conjunto de dados de upload ser muito grande, da conexão com a internet muito lenta ou da incapacidade de dedicar a largura de banda de internet necessária pelo tempo prolongado necessário para o upload de dados. A Transferência de Dados também é uma ótima alternativa quando o uso do Oracle FastConnect não for uma opção, porque sua infraestrutura de rede não pode suportá-la ou quando você não pode justificar o investimento no FastConnect, porque não espera transferir dados com frequência.

    Você pode usar confortavelmente a Transferência de Dados para carregar centenas de TB de dados na nuvem. Nossa recomendação é que você considere usar a Transferência de Dados se o upload de dados pela internet pública demorar mais de uma a duas semanas.

  • Quando devo usar o Oracle FastConnect em vez da Transferência de Dados?

    O Oracle FastConnect é uma alternativa de conectividade de rede ao uso da internet pública para conectar seu datacenter ou rede on-premise com o Oracle Cloud Infrastructure. Normalmente, você usaria o Oracle FastConnect quando você precisasse de uma experiência de rede dedicada, confiável e consistente em comparação com conexões públicas baseadas na internet.

    FastConnect é uma ótima alternativa para Transferência de Dados. Incentivamos o uso do FastConnect para transferir os dados sempre que possível. Isso é especialmente verdadeiro se você precisar transferir grandes quantidades de dados para o Oracle continuamente. No entanto, se o investimento no FastConnect não for viável ou você não espera fazer upload frequente de dados do seu datacenter, a Transferência de Dados é uma ótima alternativa para migrar seus dados para a nuvem.

    Duas soluções: Dispositivo de Transferência de Dados e Disco de Transferência de Dados

    O serviço do Dispositivo de Transferência de Dados usa um dispositivo de armazenamento de alta capacidade que você empresta da Oracle por um curto período de tempo (30 dias) para facilitar a migração de dados para a nuvem. O dispositivo de transferência é especialmente útil quando você precisa migrar uma grande quantidade de dados, até 150 TB por dispositivo. Atualmente, o serviço do Dispositivo de Transferência de Dados está disponível para clientes nos Estados Unidos e na União Europeia (UE).

    O serviço do Disco de Transferência de Dados requer que você adquira seus próprios discos rígidos para migrar dados para a nuvem. Esses discos rígidos são enviados de volta para você depois que os dados são transferidos com êxito para a locação do Armazenamento de Objetos ou Armazenamento de Arquivos. A opção de disco é prática se você transferir apenas um conjunto relativamente pequeno de dados, caso precise de mais de 30 dias para copiar seus dados para transferência ou se o Dispositivo de Transferência de Dados não estiver disponível.

    Esta página de perguntas frequentes abrange o Dispositivo de Transferência de Dados. Para obter mais informações sobre o Disco de Transferência de Dados, consulte a página da web de perguntas frequentes sobre o Disco de Transferência de Dados.

    Dispositivo de Transferência de Dados

  • Quais são os componentes do Dispositivo de Transferência de Dados?
    • Trabalho de transferência - Um trabalho de transferência é a representação lógica de uma migração de dados para a Oracle Cloud Infrastructure. Um trabalho de transferência está associado a um dispositivo de transferência.
    • Dispositivo de transferência - Um dispositivo de transferência é um dispositivo de armazenamento de alta capacidade especialmente preparado para copiar e fazer upload de dados com segurança para o Oracle Cloud Infrastructure. Você copia seus dados para um ou mais dispositivos e os envia para a Oracle para fazer upload de seus dados.
  • Como o Dispositivo de Transferência de Dados funciona?

    Você cria um Trabalho de transferência do tipo Dispositivo usando o Console e clique em Solicitar Dispositivo de Transferência. Dependendo da quantidade de dados que você deseja transferir, pode ser necessário solicitar mais de um dispositivo de transferência. Depois que a Oracle recebe e aprova sua solicitação, um dispositivo de transferência é enviado para o endereço especificado ao criar a solicitação. Faça o download do conjunto de ferramentas da interface da linha de comandos (CLI) da Oracle Cloud Infrastructure em um computador host Linux no seu site que esteja executando um emulador de terminal que possa acessar o console serial do dispositivo. Ao receber o dispositivo de transferência, conecte-o fisicamente ao computador host com o cabo serial USB-DB9 fornecido. Ligue o dispositivo, configure a rede do dispositivo de transferência e conecte-o fisicamente à sua rede. Inicialize o dispositivo de transferência usando a CLI da Oracle Cloud Infrastructure. A inicialização do dispositivo configura a comunicação entre o computador host (em que você instalou a CLI) e o dispositivo de transferência. Em seguida, inicialize a autenticação e configure a criptografia de dados. Em seguida, crie os conjuntos de dados e os pontos de montagem do NFS necessários para gravar dados no dispositivo de transferência.

    Após a conclusão da configuração do dispositivo, copie seus dados para o dispositivo usando as ferramentas normais do sistema de arquivos. Em seguida, trave o dispositivo de transferência e envie-o de volta ao site de transferência da Oracle. Você pode rastrear a cadeia de custódia de seus dados monitorando o status do seu dispositivo de transferência usando o Console ou a CLI. A Oracle atualiza regularmente o status do seu trabalho de transferência e do dispositivo de transferência. Depois que a Oracle recebe seu dispositivo de transferência e carrega seus dados, um resumo detalhado do upload é gerado e publicado no mesmo bucket de Armazenamento de Objetos ou Arquivos em que os dados foram carregados. Este relatório fornece um status detalhado de cada objeto transferido para a Oracle Cloud Infrastructure.

  • Como começo a usar o Dispositivo de Transferência de Dados?

    Ao adquirir serviços da Oracle Cloud Infrastructure usando o Créditos Universais Flex Mensais, você pode usar os dispositivos de transferência de dados para migrar seus dados. Para iniciar o processo de transferência de dados, primeiro solicite o direito do Dispositivo de Transferência de Dados por meio do console da Oracle Cloud Infrastructure para sua locação. O administrador da sua locação será obrigado a assinar um documento de Termos e Condições. Depois que a Oracle tiver confirmado a assinatura do documento, você poderá criar uma tarefa de transferência do tipo dispositivo usando o Oracle Cloud Console, uma interface fácil de usar e baseada no navegador. Em seguida, você solicita um ou mais dispositivos de transferência. Depois que a Oracle recebe e aprova suas solicitações, os dispositivos de transferência são enviados para o endereço especificado ao criar a solicitação. Você pode acompanhar o status da sua solicitação de dispositivo usando o Console ou a CLI.

  • Quantos dados posso mover usando um único dispositivo de transferência?

    Você pode transferir até 150 TB de dados usando um único dispositivo de transferência. Se você precisar transferir mais de 150 TB de dados, solicite mais de um dispositivo de transferência. Verifique se seus limites de serviço de locação estão definidos adequadamente antes de solicitar vários dispositivos de transferência. Revise limites de serviço documentação para obter mais detalhes.

  • Quais ferramentas posso usar para copiar dados em um dispositivo de transferência?

    O dispositivo de transferência expõe um ponto de montagem NFS. Você pode usar o NFS versão 3, 4 ou 4.1 para copiar dados no dispositivo de transferência usando comandos normais do sistema de arquivos que copiam dados para um destino NFS.

  • Como transfiro um conjunto de dados maior do que o que pode ser acomodado em um único dispositivo de transferência?

    Para transferir um conjunto de dados maior do que o que pode caber em um único dispositivo de transferência, você deve segmentar cuidadosamente seus dados em vários conjuntos de dados lógicos e depois transferir esses conjuntos de dados usando vários dispositivos de transferência de dados.

  • Quais regiões da Oracle Cloud Infrastructure são compatíveis com o Dispositivo de Transferência de Dados?

    O serviço do Dispositivo de Transferência de Dados é suportado nas regiões us-phoenix-1, us-ashburn-1, eu-frankfurt-1 e uk-london-1 da Oracle Cloud Infrastructure. Observe que os dados originários da UE podem ser enviados apenas para Frankfurt, mas depois enviados para Frankfurt ou Londres.

  • Posso solicitar um dispositivo de transferência se quiser transferir dados para uma das regiões dos EUA da Oracle Cloud Infrastructure, considerando que minha base fica fora dos Estados Unidos?

    Não. Infelizmente, devido a vários mandatos de segurança e conformidade, a Oracle não oferece suporte ao envio do dispositivo de transferência para fora dos Estados Unidos, mesmo que os dados sejam enviados para uma das regiões dos EUA da Oracle. Para transferências como essas, recomendamos o uso do serviço do Disco de Transferência de Dados.

  • Posso usar o Dispositivo de Transferência de Dados para exportar dados do Oracle Cloud Infrastructure Object Storage?

    Sim, consulte a seção Exportação de Dados deste documento.

  • Quais são os requisitos de software para usar a Interface de Linha de Comando do Oracle Cloud Infrastructure?
    Seu host Linux precisará ter o Python versão 2.7.5 ou 3.5 ou posterior instalado. Para requisitos adicionais, consulte Requisitos da Interface da Linha de Comando
  • Como validar se meu dispositivo de transferência está configurado corretamente antes de enviá-lo?

    Você pode usar a CLI da Oracle Cloud Infrastructure para validar a configuração do seu dispositivo de transferência antes de enviá-la para a Oracle. Isso ajuda a detectar erros comuns e economiza tempo.

  • Preciso manter um backup dos meus dados durante a importação?

    Sim. Você deve manter um backup dos seus dados até confirmar que seus dados foram enviados com sucesso para o bucket de destino em sua locação.

  • Como meus arquivos são mapeados para objetos?

    Os arquivos são carregados em um bucket de destino como objetos. O nome do objeto é o caminho nivelado do arquivo.

  • O que acontece se meu bucket tiver um objeto com o mesmo nome que um arquivo sendo importado?

    Se um arquivo estiver sendo importado para um bucket e o bucket já tiver um objeto com o mesmo nome, o arquivo falhará ao ser carregado e o objeto existente permanecerá intacto. O status de falha no upload do arquivo é registrado no relatório de resumo do upload.

  • Posso preservar os metadados do sistema de arquivos de origem ao importar dados para o Oracle Object Storage?

    Não, os metadados do sistema de arquivos não são preservados ao serem importados para o bucket de destino. O nome do objeto se torna o caminho nivelado para o arquivo. O registro de data e hora é a hora em que o objeto foi criado.

  • A Oracle mantém uma cadeia de custódia para meu pacote?

    Sim. A Oracle mantém rigorosamente a alteração de estado do trabalho de transferência e do dispositivo de transferência. Você pode revisar o status da tarefa e do dispositivo usando o Console ou a CLI da Oracle Cloud Infrastructure.

  • O Dispositivo de Transferência de Dados transferirá os links simbólicos que existem no meu sistema de arquivos de origem?

    Se você deseja manter os links simbólicos do lado da fonte, compacte os diretórios de origem com tar e copie os dados como um objeto monolítico.

  • Mudei de ideia sobre a transferência de dados. Como impedir que os dados sejam importados para a Oracle Cloud Infrastructure?

    Aqui estão as ações que você pode fazer se mudar de ideia sobre o upload de seus dados para a Oracle Cloud Infrastructure:

    • Você pode excluir um trabalho de transferência no início do processo de transferência. Por exemplo, você iniciou a transferência de dados criando um trabalho de transferência, mas mudou de ideia. Se você deseja excluir um trabalho de transferência após solicitar os dispositivos de transferência, é necessário primeiro excluir essas solicitações do dispositivo antes de poder excluir o trabalho de transferência. Um trabalho de transferência não pode ser excluído após a alteração do status do trabalho.
    • Você pode excluir uma solicitação do dispositivo de transferência antes que a Oracle aprove a solicitação—o status deve ser Solicitado. Uma solicitação do dispositivo de transferência não pode ser excluída após o status do dispositivo mudar para Processando.
    • Você pode cancelar o aparelho de transferência. Você só pode cancelar um dispositivo de transferência depois de enviá-lo de volta para a Oracle. A Oracle não processa dispositivos de transferência cancelados.
  • Quais Serviços da Oracle Cloud Infrastructure posso usar com o Dispositivo de Transferência de Dados?

    Você pode usar o serviço do Dispositivo de Transferência de Dados para transferir dados para qualquer serviço do Oracle Cloud Storage Infrastructure. No final do processo de upload, os dados transferidos são disponibilizados pela primeira vez no Armazenamento de Objetos ou de Arquivo. A partir daí, os clientes podem usar as ferramentas do Oracle Cloud Storage Infrastructure para copiar os dados para outros serviços, conforme necessário. Para obter o melhor desempenho para copiar seus dados para outros serviços, carregue-os na mesma região que o serviço de destino.

  • Como migrar instâncias de banco de dados da Oracle para instâncias de computação do Oracle Cloud Infrastructure usando o Dispositivo de Transferência de Dados?

    Para migrar os bancos de dados da Oracle, crie um backup do RMAN e escolha o dispositivo de transferência como destino de backup. Depois que o dispositivo é enviado e os dados carregados no Armazenamento de Objetos, você pode instanciar uma nova instância de banco de dados em uma instância de computação da Oracle Cloud Infrastructure e, em seguida, restaurar os dados do Armazenamento de Objetos.

  • Por quanto tempo posso manter o dispositivo de transferência depois de entregue?

    Você pode manter o dispositivo de transferência por 30 dias, a partir de quando ele for entregue a você. Se você precisar manter o aparelho além da janela padrão de 30 dias, solicite uma extensão de até 60 dias adicionais. Se você não devolver o dispositivo de transferência dentro de 90 dias a partir do momento em que foi entregue a você, a Oracle pressupõe que o dispositivo foi perdido e pode iniciar um processo de recuperação do dispositivo de transferência. Você pode ser cobrado pelo custo total do dispositivo.

  • Quanto tempo leva para a Oracle carregar meus dados no Oracle Cloud Infrastructure Object Storage?

    O tempo necessário para transferir os dados para o Armazenamento de Objetos depende da quantidade de dados e do número de objetos que estão sendo transferidos. O número de dispositivos de transferência de dados na fila para processamento também pode afetar a rapidez com que seus dados são carregados.

  • Como acompanho a cadeia de custódia dos meus dados?

    Você pode acompanhar a cadeia de custódia de seus dados monitorando o status do seu dispositivo de transferência a partir do console da Oracle Cloud Infrastructure ou da CLI da Oracle Cloud Infrastructure. Revise a documentação do produto do serviço de Transferência de Dados para obter detalhes completos.

  • Como posso empacotar com segurança o dispositivo de transferência antes de enviá-lo novamente para a Oracle?

    O dispositivo de transferência de dados é um dispositivo de armazenamento criado para esse fim. O dispositivo é enviado em um estojo de transporte reforçado e em uma embalagem especial projetada para fornecer proteção suficiente contra as demandas do transporte tradicional. Ao receber o dispositivo, você deve guardar todos os materiais de transporte e estojo de transporte originais. Você enviará o dispositivo de transferência de volta para a Oracle usando esses mesmos materiais de remessa.

  • O status do meu trabalho de transferência indica que o dispositivo de transferência que eu pedi foi enviado, mas não o recebi. Como posso rastrear minha remessa?

    Você pode rastrear a remessa do dispositivo de transferência usando o ID de rastreamento fornecido pela Oracle quando o dispositivo é enviado da Oracle. Você pode recuperar o ID de rastreamento usando o Console ou a CLI da Oracle Cloud Infrastructure.

  • Qual é a minha exposição de segurança se o dispositivo de transferência for perdido durante o transporte?

    No evento improvável de perda de um dispositivo de transferência em trânsito, há pouco risco de que seus dados sejam comprometidos. Todos os dados armazenados no dispositivo de transferência são por padrão totalmente criptografados usando a criptografia AES de 256 bits. A senha de criptografia é armazenada com segurança na Oracle Cloud Infrastructure, separada do dispositivo. Projetamos o dispositivo de transferência com a segurança na frente e no centro. Seus dados estão em boas mãos.

  • O que acontece se a Oracle não puder importar os dados do dispositivo de transferência?
    • Se a Oracle não puder importar seus dados do dispositivo de transferência para o Armazenamento de Objetos ou de Arquivos da Oracle Cloud Infrastructure, entraremos em contato com você (por email e/ou telefone). Enviaremos um novo dispositivo de transferência para facilitar a transferência de dados.
    • Se a Oracle puder parcialmente carregar dados do dispositivo, você poderá revisar um relatório abrangente da lista de arquivos que não pudemos enviar. Este resumo de upload é publicado no mesmo bloco de armazenamento de objetos em que seus dados foram carregados a partir do dispositivo. Você pode solicitar outros dispositivos de transferência para reenviar os dados que não puderam ser carregados na primeira tentativa.
  • Como você confirma que os dados enviados no dispositivo de transferência foram carregados com êxito no Armazenamento de Objetos?

    Você pode monitorar o status do trabalho de transferência usando o Console ou a CLI da Oracle Cloud Infrastructure. O status do Dispositivo de Transferência de Concluído indica que os dados foram carregados com sucesso no Armazenamento de Objetos ou de Arquivos. Após o upload dos dados, você também poderá revisar um relatório de upload detalhado publicado no mesmo bloco que os dados, que detalha o status de upload de cada objeto armazenado no dispositivo.

  • O que acontece se o dispositivo for danificado durante o transporte e os dados não puderem ser transferidos para a Oracle Cloud Infrastructure?

    No caso improvável de um dispositivo de transferência ser danificado durante o transporte, a Oracle envia um novo dispositivo de transferência sem nenhum custo. Uma nota de cautela: certifique-se de não excluir a cópia principal dos seus dados até verificar se os dados foram totalmente carregados na Oracle Cloud Infrastructure.

  • Depois que os dados são transferidos, como asseguro que a Oracle não possa acessar nenhum dado no bucket de armazenamento de objetos em minha locação?

    Após o upload dos seus dados para a sua locação da Oracle Cloud Infrastructure, exclua o arquivo temporário usuário de upload de transferência de dados. A exclusão do usuário de upload da transferência de dados revoga o acesso da Oracle aos seus dados.

  • Como é mantida a integridade dos dados que estão sendo carregados?

    Quando você copia os dados no dispositivo de transferência, um arquivo de manifesto captura somas de verificação MD5 de todos os arquivos. Quando os dados são enviados para o seu bucket, correspondemos à soma de verificação MD5 do manifesto com a soma de verificação MD5 dos dados enviados para garantir que a integridade dos dados não seja comprometida durante o processo de upload.

    Limites do Serviço de Dispositivo de Transferência de Dados

  • Posso solicitar mais de um dispositivo de transferência em uma única solicitação?

    Sim, você pode solicitar mais de um dispositivo de transferência por trabalho de transferência. Verifique se os limites de serviço do Dispositivo de Transferência de Dados estão definidos adequadamente antes de solicitar um dispositivo de transferência de dados. Revise a documentação de limites de serviço para obter mais detalhes.

  • Posso criar um número ilimitado de tarefas de transferência para migrar dados para a Oracle Cloud Infrastructure?

    Sim, você pode criar um número ilimitado de recursos do Serviço de Transferência de Dados. Revise o limite do serviço de Transferência de Dados padrão.

    Se você deseja aumentar os limites padrão para sua locação, entre em contato com o suporte da Oracle.

  • Qual é o limite de tamanho do arquivo?

    Arquivos com até 10 TB podem ser carregados. Arquivos maiores que 10 TB são ignorados no processo de importação.

  • Qual é o limite de tamanho do nome do arquivo?

    Os nomes de arquivo com até 1024 caracteres são suportados para upload no bucket de Armazenamento de Objetos.

  • Meus dados podem ser carregados em mais de um bucket de Armazenamento de Objetos?

    Os conjuntos de dados associados com um trabalho de transferência específico só podem ser movidos para um bucket designado. Se você precisar fazer upload de seus dados para vários buckets de Armazenamento de Objetos, deverá criar vários trabalhos de transferência.

    Exportação de Dados

  • O que é Exportação de Dados?

    A Exportação de Dados é um serviço de migração de dados offline que permite usar o Dispositivo de Transferência de Dados para mover com segurança dados do Armazenamento de Objetos ou Armazenamento de Arquivos do Oracle Cloud Infrastructure.

  • Quando devo usar a Exportação de Dados?

    Você deve usar a Exportação de Dados quando tiver armazenado terabytes ou petabytes de dados em o Oracle Cloud Infrastructure e precisar recuperá-los do Armazenamento de Objetos ou Armazenamento de Arquivos mais rapidamente do que poderia usar a internet pública. Por exemplo, você pode ter conteúdo de mídia ou conjuntos de dados processados que precisa compartilhar com um cliente ou parceiro de negócios.

  • Como uso a Exportação de Dados?

    Para iniciar o processo de Exportação de Dados, primeiro solicite o direito do Dispositivo de Transferência de Dados por meio do console do Oracle Cloud Infrastructure para sua locação. O comprador de sua locação será obrigado a assinar um documento de Termos e Condições. Depois que o Oracle confirmar a assinatura do documento, você poderá criar um trabalho de exportação de dados usando o Console ou a CLI do Oracle Cloud Infrastructure. Como parte do seu trabalho de exportação de dados, você define limites indicando os objetos no bucket que deseja incluir na exportação e usa a CLI para criar um manifesto - uma lista de todos os objetos que serão baixados do bucket. Você também adiciona o idioma da política para conceder temporariamente o acesso de leitura à Oracle no bloco em que seus dados residem.

    Em seguida, solicite um dispositivo de transferência para exportar seus dados. Você pode exportar até 150 TB de dados com cada trabalho de exportação. Todos os dados que você deseja exportar devem residir no mesmo bucket. Se você precisar exportar mais de 150 TB, ou se precisar exportar de mais de um bucket, precisará criar trabalhos de exportação adicionais e solicitar dispositivos de transferência adicionais. Verifique se seus limites de serviço de locação estão definidos adequadamente antes de solicitar vários dispositivos de transferência. Depois que a Oracle receber e aprovar suas solicitações, seus dados estarão prontos para que a Oracle inicie o processo de exportação.

  • Posso exportar dados de vários buckets de Armazenamento de Objetos ou Armazenamento de Arquivo no mesmo trabalho de exportação de dados?

    Não. Se você deseja exportar dados de mais de um bucket, precisará criar um trabalho de exportação de dados para cada um dos buckets dos quais deseja exportar dados e solicitar solicitações de transferência adicionais. Verifique se seus limites de serviço de locação estão definidos adequadamente antes de solicitar vários dispositivos de transferência.

  • Se eu quiser criar um trabalho de exportação de dados para uma quantidade de dados que exceda a capacidade de um único dispositivo de transferência de dados, o que acontece?

    Você não pode criar um trabalho de exportação maior que a capacidade de um único dispositivo de transferência (150 TB). O arquivo de manifesto que você cria usando a CLI indica os objetos que você deseja exportar do seu bucket. À medida que a CLI gera o manifesto, ela aumenta a capacidade e, se atingir o limite superior, interrompe o manifesto e informa que você atingiu o limite que pode caber no dispositivo. Você pode solicitar dispositivos de transferência de dados adicionais e criar trabalhos de exportação de dados adicionais para exportar o valor restante.

  • O que são limites de dados e quais limites posso definir ao criar um trabalho de exportação de dados?

    Os limites permitem limitar o conjunto de objetos que você deseja exportar de um bucket. Os seguintes parâmetros estão disponíveis para limitar os dados incluídos no trabalho de exportação de dados:

    prefixo - A string a ser usada para correspondência com o início dos nomes de objetos no início de uma consulta
    de lista - Os nomes de objetos retornados por uma consulta de lista devem ser maiores ou iguais ao fim deste
    parâmetro - Os nomes de objetos retornados por uma consulta de lista devem ser estritamente menores que esse parâmetro

    Esses parâmetros são iguais aos parâmetros ListObjects da API do Objeto.

  • Posso rastrear o status de um trabalho de exportação de dados?

    Sim. Você pode acompanhar o status do seu trabalho de exportação de dados na CLI. Consulte a documentação online para obter detalhes específicos.

  • Quais custos incorrerei com a Exportação de Dados?

    Embora não exista taxa de aluguel associada ao Dispositivo de Transferência de Dados, se você o estiver usando para exportação, você terá taxas associadas ao download dos dados do Armazenamento de Objetos da Oracle Cloud Infrastructure. Consulte a página de preços.

  • Quais regiões da Oracle Cloud Infrastructure são compatíveis com o suporte à Exportação de Dados?

    O serviço do Exportação de Dados é suportado nas regiões us-phoenix-1, us-ashburn-1, eu-frankfurt-1 e uk-london-1 da Oracle Cloud Infrastructure.

  • Posso solicitar um dispositivo de transferência se quiser exportar dados, mas estou fora dos Estados Unidos ou da União Europeia?

    Não. Infelizmente, devido a vários mandatos de segurança e conformidade, a Oracle não suporta o envio do dispositivo de transferência para fora dos Estados Unidos ou fora da União Europeia.

  • Depois de receber o dispositivo com meus dados exportados - como faço para removê-lo?

    Depois de configurar as exportações NFS, você pode usar comandos padrão do Linux para copiar seus dados para seus próprios sistemas. Primeiro, verifique se todos os seus dados foram copiados antes de excluí-los do dispositivo para enviá-los de volta para a Oracle.

  • Como meus dados são protegidos ao serem enviados para exportação?

    O dispositivo em si é inviolável e resistente a violações. Todos os dados armazenados no dispositivo de transferência são por padrão totalmente criptografados usando a criptografia AES de 256 bits. A senha de criptografia é armazenada com segurança na Oracle Cloud Infrastructure, separada do dispositivo. Quando você estiver pronto para copiar os dados para o local desejado, recuperará a chave de descriptografia da nuvem. Consulte a seção Segurança deste documento para obter mais informações.

    Segurança

  • Como um dispositivo de transferência é reutilizável, como garantir a segurança dos dados do cliente em dois ciclos de uso?

    Após cada uso, o dispositivo de transferência é limpo com segurança usando processos padrão do setor antes de retornar ao inventário utilizável. O dispositivo de transferência é limpo com segurança, mesmo se o mesmo inquilino estiver reutilizando o dispositivo por vários ciclos de transferência. O processo de apagamento seguro da limpeza segue os padrões NIST 800-88.

  • Como certificar-se de que o dispositivo de transferência é inviolável e resistente a violações?

    O dispositivo é resistente a violações das seguintes maneiras:

    • O gabinete do dispositivo expõe apenas portas de energia, rede e serial. Nenhuma outra porta está exposta ou acessível aos clientes.
    • O gabinete do dispositivo não possui parafusos ou pontos de acesso voltados para o exterior. A película ao redor do gabinete é soldada, portanto, a única maneira de abrir o dispositivo é quebrá-lo fisicamente.

    O dispositivo é inviolável das seguintes maneiras:

    • Como o gabinete é vedado ao redor do aparelho, qualquer violação física para abrir o aparelho é visualmente auto-evidente.
    • O dispositivo implementa medidas de segurança digital para reforçar a integridade do sistema de ponta a ponta.
  • Como você garante a segurança dos dados em trânsito?

    Os dados do cliente armazenados no dispositivo são criptografados usando a criptografia AES-256. As chaves de criptografia nunca são armazenadas no dispositivo. As chaves de criptografia são compartilhadas em particular entre o cliente e a Oracle usando o serviço de transferência de dados.

    Envio do Dispositivo de Transferência de Dados

  • Quem paga pelo envio ao usar o serviço Dispositivo de Transferência de Dados?

    O envio do dispositivo de transferência de dados é gratuito. A Oracle paga para enviar o dispositivo de transferência para você e depois de volta para um site de transferência de dados da Oracle nos EUA ou na UE.

  • Encomendei e recebi um Dispositivo de Transferência de Dados, mas não estou pronto para começar a usá-lo. O que eu devo fazer?

    Caso seus planos mudem e você não esteja pronto para começar a usar o dispositivo de transferência, devolva o dispositivo para a Oracle usando o processo de devolução gratuita. Você pode solicitar outro dispositivo de transferência quando estiver pronto; isso ajudará a evitar que a Oracle inicie um processo de recuperação de dispositivo de transferência para dispositivos perdidos pendentes e supostamente pendentes - pelos quais você poderá cobrar o custo total do dispositivo.

  • Posso usar diferentes endereços de entrega ao solicitar mais de um dispositivo de transferência?

    Sim, você pode solicitar que cada dispositivo de transferência seja enviado para um endereço diferente. Quando você solicita um dispositivo de transferência, insira o endereço para onde o dispositivo de transferência deve ser enviado. O endereço de entrega pode ser exclusivo para cada dispositivo de transferência solicitado.

  • Como funciona o processo de devolução?

    Quando você estiver pronto para enviar o dispositivo de transferência de volta para a Oracle, embale cuidadosamente o dispositivo de transferência usando os materiais fornecidos. Em seguida, envie-o de volta para a Oracle usando a etiqueta de remessa incluída no caso do dispositivo de transferência.

  • Meu dispositivo de transferência de dados está perdido. O que eu devo fazer?

    Se você acredita que seu dispositivo de transferência de dados está perdido em trânsito, arquive imediatamente uma Solicitação do Oracle Service.

    Faturamento

  • Quanto custa o serviço do Dispositivo de Transferência de Dados?

    Os clientes da Oracle Cloud Infrastructure podem usar o serviço de Dispositivo de Transferência de Dados gratuitamente. Você só será cobrado pelo uso do Armazenamento de Objetos quando os dados forem transferidos com sucesso para o seu bucket designado de Armazenamento de Objetos. Embora não exista taxa de aluguel associada ao Dispositivo de Transferência de Dados, se você o estiver usando para exportação, você terá taxas associadas ao download dos dados do Armazenamento de Objetos do Oracle Cloud Infrastructure. Consulte a página de preços.