Não foi possível encontrar uma correspondência para sua pesquisa.

Sugerimos que você tente o seguinte para ajudar a encontrar o que procura:

  • Verifique a ortografia da sua pesquisa por palavra-chave.
  • Use sinônimos para a palavra-chave digitada; por exemplo, tente “aplicativo” em vez de “software.”
  • Inicie uma nova pesquisa.
Entre em Contato Faça login na Oracle Cloud

Oracle Cloud - Modo Gratuito

Crie, teste e implemente aplicações na Oracle Cloud gratuitamente.

O Que é PaaS?

Amplie as suas habilidades com a OCI no Oracle CloudWorld

Entre os dias 17 e 20 de outubro, você poderá se beneficiar com o Oracle CloudWorld, seja você um usuário da OCI, ou alguém que esteja descobrindo novas possibilidades.

PaaS (plataforma como serviço) - não ser confundido com o SaaS (software como serviço) - é um conjunto de serviços na nuvem usados para criar e gerenciar aplicativos e dados modernos on-premises ou na nuvem. O PaaS fornece componentes de infraestrutura e middleware na nuvem que permitem que desenvolvedores e administradores de TI criem e gerenciem aplicativos móveis e aplicativos web.

Para ajudar na produtividade, o PaaS oferece componentes de linguagem de programação prontos para uso que permitem o desenvolvimento de novos recursos dentro dos aplicativos. Esses recursos incluem tecnologias inovadoras, como inteligência artificial (IA), chatbots, blockchain e Internet das Coisas (IoT). Além disso, o PaaS também inclui pacotes de ferramentas de desenvolvimento de aplicativos, incluindo serviços nativos da nuvem, Kubernetes, mecanismos Docker e de contêiner e muito mais.

Além do suporte ao desenvolvedor, o PaaS fornece recursos e ferramentas, como análise avançada de big data, gerenciamento de conteúdo, gerenciamento de banco de dados e dados, gerenciamento de sistemas e segurança na nuvem para analistas, usuários finais e administradores de TI profissionais.

Para empresas, o PaaS vem com os benefícios fundamentais da computação em nuvem, incluindo preços transparentes, provisionamento pronto para uso, escalabilidade sob demanda, recuperação de desastres e painéis de controle intuitivos para gerenciamento mais fácil. Como resultado, as empresas podem

  • Padronizar e simplificar as operações de TI
  • Acelere a inovação nos negócios com soluções prontas para uso
  • Reduza os riscos operacionais, de segurança e de governança

A história do PaaS

Até o advento do PaaS, a TI muitas vezes tinha que gerenciar produtos licenciados individualmente. Isso significava ter um processo individual para qualquer número de ações, incluindo avaliação de produtos, compras, integração, implantação, aplicação de patches, atualização etc. Frequentemente esses produtos eram provenientes de vários fornecedores, cada um com uma abordagem única de licenciamento, logística e segurança, tornando o gerenciamento cada vez mais complexo e muitas vezes resultando em lacunas que causavam riscos.

À medida que o mercado amadureceu, o mesmo aconteceu com a abundância de componentes de middleware. Em resposta, os provedores tentaram simplificar com pacotes de middleware pré-integrados. No entanto, para organizações que não foram padronizadas em uma plataforma de fornecedor único, o gerenciamento de vários fornecedores e a integração continuaram sendo um fardo, com desenvolvedores e grupos DevOps levando à responsabilidade contínua de gerenciar essa complexidade.

Adoção de PaaS: principais impulsionadores de negócios

Para empresas, um dos requisitos de carga de trabalho de produção mais importantes é o desempenho previsível e consistente para garantir a continuidade dos negócios. Esse requisito é respaldado por compromissos explícitos em acordos de nível de serviço.

Para ser verdadeiramente eficaz, as camadas de PaaS e de informação como serviço (IaaS) devem funcionar juntas. Bons exemplos de recursos de tecnologia que oferecem suporte a desempenho consistente incluem escalabilidade e tolerância a falhas, sem a necessidade de shutdown e reinicialização do sistema.

A maioria das decisões de TI é justificada usando três princípios - eficiência, eficácia e redução de riscos. As soluções de PaaS oferecem cada um desses princípios de várias maneiras, incluindo:

  • Eficiência de TI: O PaaS acelera o provisionamento, aumenta a automação, padroniza as implementações, elimina as tarefas de rotina e melhora a escalabilidade.
  • Efetividade e inovação nos negócios: o PaaS impulsiona os resultados finais, permitindo que a TI seja mais responsiva às oportunidades de negócios. Por exemplo, o PaaS permite o desenvolvimento eficiente de aplicativos móveis, suporta experiências de usuário mais inovadoras por meio de chatbots, oferece transações mais confiáveis usando blockchain, acelera ciclos de lançamento com contêineres e APIs e melhora a descoberta de dados e a análise avançada.
  • Redução de riscos: o PaaS fortalece e simplifica a segurança enquanto acelera as respostas às ameaças em evolução em componentes de TI heterogêneos. Isso aumenta a resiliência de negócios e reduz o tempo de inatividade, evitando a perda de dados e acelerando a recuperação.

Como escolher o melhor provedor de PaaS

Ao avaliar soluções PaaS, é vital considerar como sua organização evoluirá com o tempo. A tecnologia está mudando rapidamente, portanto, empregar soluções que ofereçam flexibilidade máxima coloca sua empresa em vantagem. Para aproveitar ao máximo o PaaS conforme sua estratégia evolui, considere as opções de carga de trabalho e desenvolvimento que

  • Oferecem suporte à portabilidade multicloud: uma estratégia PaaS com várias nuvens requer fácil portabilidade de carga de trabalho para bancos de dados, contêineres, código-fonte aberto e Java.
  • Unificam os controles em todo o seu portfólio de TI Várias plataformas operacionais são uma realidade. Para obter excelência operacional, use um único conjunto de ferramentas para controlar de forma ativa a segurança e o gerenciamento em nuvens híbridas e ambientes on-premises.
  • Não force a permanência obrigatória do fornecedor: soluções de PaaS desenvolvidas com base em padrões do setor vão manter a agilidade da TI no futuro. Aqueles que forçam o bloqueio do fornecedor enfrentam obsolescência e reescrevem à medida que as tecnologias, os regulamentos e as condições de negócios evoluem.

Por que PaaS?

Muitas organizações enfrentam uma pressão crescente para acelerar a inovação enquanto reduzem os custos de TI. Com o PaaS, os desenvolvedores e profissionais de TI podem desenvolver e implementar aplicativos de negócios sem os obstáculos associados a infraestrutura de aquisição, implementação, execução e gerenciamento. O resultado é geralmente um ambiente capaz de acesso instantâneo de autoatendimento ao desenvolvimento e à implementação de aplicativos.

Por sua vez, isso significa que o PaaS fornece às empresas a velocidade e a flexibilidade para gerar vários benefícios, incluindo

  • Melhores recursos para colaboração
  • Produtividade aprimorada
  • Maior agilidade
  • Novos caminhos para insights de negócios

O PaaS também oferece preços baseados em assinatura, o que, em última análise, mantém os custos previsíveis e gerenciáveis.

O futuro do PaaS

À medida que as soluções de PaaS evoluem, elas continuarão a oferecer inovação, simplificando o gerenciamento de recursos e aplicativos, permitindo que as empresas aproveitem os benefícios contínuos de menos tarefas administrativas e menos complexidade em todo o processo de implementação e gerenciamento. Desde a instalação, configuração e gerenciamento, manutenção e auditoria, as soluções de PaaS continuarão expandindo e refinando seus recursos. Algumas das maneiras pelas quais as soluções de PaaS conseguirão isso incluem

  • Integrações de primeiros e de terceiros ampliadas e aprimoradas
  • Maior automação e operações autônomas para serviços gerenciados
  • Suporte nativo para IA, IoT, blockchain, chatbots e outras tecnologias emergentes

Com os benefícios do PaaS continuando a crescer, chegou a hora de as empresas e a equipe de TI utilizarem essa solução. Organizações de todos os tamanhos podem colher os muitos benefícios atuais, enquanto criam a base para a evolução futura:

Casos de uso de PaaS

Existem muitos casos e configurações de uso de PaaS. Em alguns casos, os desenvolvedores montam soluções de componentes e, em outros, a solução é simplesmente provisionada e pronta para uso. Estes são alguns dos casos de uso mais populares do setor atualmente.

Como conectar e estender seus aplicativos

  • Usa adaptadores pré-desenvolvidos e prontos para uso para integração perfeita de aplicativos on-premises e em nuvem
  • Simplifica as extensões com o desenvolvimento visual de apontar e clicar
  • Requer serviços de replicação e integração de dados tolerantes a falhas em tempo real para uma ampla variedade de bancos de dados on-premise e na nuvem
  • Depende de um catálogo de API para consistência e qualidade
  • Usa serviços de integração e suporte analítico
  • Garante a proveniência e governança de dados

Suporte ao desenvolvimento de aplicativos modernos

  • Usa as ferramentas de produtividade do desenvolvedor, incluindo rastreamento de problemas, controle de versão de código, wikis, ferramentas ágeis de desenvolvimento, integração contínua e automação de entrega
  • Compatível com linguagens, plataformas e frameworks de código aberto sem comprometer a portabilidade
  • Possui primeiros componentes, serviços e processos de desenvolvimento de API para desenvolvedores de back-end e front-end
  • Fornece um ambiente de desenvolvimento visual baseado em navegador
  • Usa uma plataforma de aplicativos móveis com mensagens abertas, integração de dados e serviços, chatbots de processamento de linguagem natural e gerenciamento
  • Fornece interoperabilidade de linguagem e ferramentas entre plataformas on-premise e na nuvem

Habilitar o blockchain

  • Permite o suporte da API para um serviço blockchain para trocar informações com segurança e concluir transações

Suporte à migração de cargas de trabalho para a nuvem

  • Usa interoperabilidade de multiplataforma para ferramentas, cargas de trabalho para implementação rápida de DevTest, recuperação de desastre e ambientes de produção
  • Tem ferramentas de migração para a nuvem pré-empacotadas
  • Compatível com aplicativos desenvolvidos internamente e de terceiros

Suporte à análise de negócios

  • Utiliza ferramentas de ingestão e transformação de dados de alto volume
  • Emprega o gerenciamento do data center para dados estruturados e não estruturados
  • Possui ferramentas de usuário final, analista e exploração de dados
  • Executa grandes otimizações de conjuntos de dados
  • Usa ferramentas e técnicas de análise profunda e avançada para análises estatísticas, preditivas e de machine learning
  • Fornece relatórios corporativos abertos para dispositivos da web e móveis

Suporte à segurança moderna

  • Emprega monitoramento e análise de segurança para detecção e correção rápidas com base em machine learning, no reconhecimento da sessão do usuário e no contexto atualizado de inteligência de ameaças
  • Possui gerenciamento de identidade e acesso incorporado que pode ser aproveitado por outros serviços baseados em nuvem, como Oracle CASB (Cloud Access Security Broker)
  • Usa ferramentas de segurança multicloud e on-premise integradas