O que é um Diretor de Recursos Humanos (CHRO, Chief Human Resource Officer)? Tudo o que você precisa saber

Amber Biela-Weyenberg | Estrategista de Conteúdo | 16 de fevereiro de 2024

Os diretores de recursos humanos (CHROs) sempre desempenharam um papel fundamental no sucesso de suas organizações, criando e executando a gestão de talentos, o aprendizado e o desenvolvimento e outras estratégias de RH, ao mesmo tempo em que cultivam a cultura da empresa e garantem que a organização esteja em conformidade com uma infinidade de regulamentações. Resumindo, um CHRO precisa de uma ampla gama de habilidades para alcançar o sucesso.

O cargo, antes considerado uma função administrativa, evoluiu nos últimos anos. Outros executivos, inclusive o CEO, agora consideram os CHROs como consultores confiáveis com os quais constroem parcerias para desenvolver estratégias de negócios e tomar decisões críticas.

O que é um Diretor de Recursos Humanos (CHRO, Chief Human Resource Officer)?

Um diretor de recursos humanos (CHRO) é um executivo que supervisiona o gerenciamento das pessoas de uma organização, o que inclui a criação e a aplicação das práticas e políticas trabalhistas que as afetam. Uma empresa pode se referir a um CHRO como diretor de RH ou empregar alguém que desempenhe essa função com um título diferente, como Vice-Presidente de Recursos Humanos.

Como líder do departamento de RH, os CHROs supervisionam várias áreas funcionais que afetam uma empresa e seus funcionários, incluindo recrutamento e alocação de pessoal, remuneração, conformidade com as leis locais e federais, relações trabalhistas e com funcionários, treinamento e desenvolvimento de funcionários, benefícios e folha de pagamento.

Principais conclusões

  • Um CHRO lidera o departamento de RH como membro da diretoria, podendo ser chamado de diretor de RH ou outro título.
  • Em geral, os CHROs têm diploma de bacharel ou mestrado em RH ou em uma área de negócios relacionada.
  • As competências que ajudam os CHROs a se destacar em suas funções incluem habilidades de liderança, inteligência emocional, conhecimento de dados, visão de negócios e capacidade de se comunicar com clareza.
  • O papel do CHRO evoluiu de uma posição predominantemente administrativa para a de um parceiro de negócios estratégico de outros executivos da diretoria, inclusive CEO.

Responsabilidades dos CHROs

As organizações costumam afirmar que seus funcionários são o recurso mais valioso, pois é muito mais provável que as metas comerciais sejam atingidas com uma equipe qualificada, ambiciosa e consciente. Os CHROs usam sua vasta experiência para ajudar as organizações a atrair, nutrir e reter as melhores pessoas. Conheça algumas de suas responsabilidades.

Gerenciamento de talentos

O gerenciamento de talentos é a estratégia geral de uma organização para administrar os funcionários e ela abrange várias áreas importantes.

  • Aquisição. Recrutamento e contratação do melhor candidato para cada função.
  • Integração de novos funcionários. O processo de ajudar os novos contratados a se adaptarem à organização. A integração inclui informar os novos contratados sobre as políticas, os procedimentos e a cultura da empresa, apresentá-los às pessoas que eles devem conhecer e fornecer as ferramentas e a tecnologia necessárias para realizar o seu trabalho.
  • Retenção. A estratégia de uma organização para reter funcionários de alto desempenho.
  • Remuneração e benefícios. Inclui salário, bônus, férias, planos de aposentadoria, seguro e outras ofertas que ajudam no recrutamento e na retenção. Os CHROs podem querer revisar regularmente as ofertas da empresas para assegurar a competitividade. Os CHROs também são responsáveis por garantir o patrimônio líquido.
  • Gerenciamento de desempenho. Capacite os funcionários para que tenham o melhor desempenho possível em seus cargos atuais.
  • Treinamento e desenvolvimento. Ajude os funcionários a adquirir novas habilidades para se manterem atualizados e progredirem na carreira profissional.
  • Planejamento de sucessão. Identifique e capacite os funcionários que podem assumir funções críticas quando elas estiverem disponíveis.

Experiência do funcionário

Inclui todas as interações que os funcionários têm com uma organização, desde o momento em que se candidatam a uma vaga até quando saem da empresa ou se aposentam. Os fatores que moldam uma experiência positiva do funcionário incluem o fato de as pessoas terem acesso às ferramentas necessárias para executar o seu trabalho, sentirem-se respeitadas e valorizadas e receberem remuneração justa e tratamento equitativo.

Cultura do local de trabalho

A soma coletiva dos comportamentos, padrões e valores compartilhados no ambiente de trabalho de uma organização. Embora a implementação de uma cultura positiva e acolhedora no local de trabalho seja responsabilidade de todos os líderes, os CHROs supervisionam muitas áreas que a afetam, inclusive a experiência do funcionário.

Conformidade regulatória

Cumpra as leis e regulamentos nacionais, locais e específicos do setor referentes à função e ao local de trabalho. Por exemplo, a maioria dos CHROs deve garantir que as organizações cumpram os requisitos de antidiscriminação, salário mínimo, privacidade dos dados dos funcionários, segurança no local de trabalho, licença médica e familiar, entre outros.

Gerenciamento de alterações

Estabeleça processos para ajudar os funcionários a lidar com as necessidades comerciais em constante mudança e fornecer as ferramentas para gerenciar essa mudança de forma eficaz. Por exemplo, as fusões e aquisições exigem muito planejamento para garantir uma transição tranquila e minimizar os impactos adversos sobre os funcionários.

Tecnologia de gerenciamento de capital humano (HCM)

Tome decisões estratégicas em parceria com a equipe de TI e outras áreas da empresa para selecionar, implementar, gerenciar e treinar funcionários em aplicações que gerenciam as diferentes áreas funcionais do RH. A escolha da tecnologia certa pode proporcionar maior agilidade e valor aos negócios.

Como se tornar um CHRO

Em geral, os CHROs e os diretores de RH passaram muitos anos trabalhando em recursos humanos, dominando diferentes áreas funcionais antes de fazer parte da diretoria. Em 2021, 84% dos CHROs e CPOs das empresas da Fortune 200 tinham pelo menos 10 a 15 anos de experiência em RH, de acordo com o Talent Strategy Group. Embora cada jornada seja diferente, essas etapas podem contribuir para o processo de se tornar um CHRO.

1. Traga uma diversidade de experiências

Normalmente, um CHRO é bacharel em RH, administração de empresas ou em uma área relacionada, e muitos têm MBA ou mestrado em RH. No entanto, é comum que os CHROs venham de fora da organização de RH, trazendo conhecimentos relacionados a finanças, análise de pessoal ou relações trabalhistas por terem experiência no lado operacional da empresa. Mesmo para aqueles que começaram no RH, é importante desenvolver uma variedade de competências, como gerenciamento de projetos, recrutamento, treinamento e administração de benefícios, bem como habilidades mais sutis (conhecidas como soft skills) como comunicação interpessoal e formação de equipes. Geralmente, os CHROs carregam o título de diretor ou vice-presidente de RH antes de se tornarem CHROs.

2. Aprimore suas habilidades sociais e de liderança

A capacidade de liderar é essencial para os futuros CHROs. Eles devem inspirar confiança, agir de forma proativa e decisiva, além de orientar suas equipes e empresas em situações difíceis e, às vezes, em momentos de crise. Habilidades sociais avançadas, como escuta ativa, comunicação clara e bom relacionamento com pessoas com históricos diferentes, também são importantes. Os CHROs devem lidar com alta complexidade organizacional, possível visibilidade nas mídias sociais e devem ser capazes de lidar com situações delicadas de forma humanizada.

3. Adquira um entendimento profundo do negócio

Os melhores CHROs conseguem entender a sua empresa e falar a sua língua tão bem quanto seus colegas da diretoria. Isso é fundamental para garantir que a contratação, o treinamento, a diversidade, a construção da cultura, a segurança e outros esforços do RH estejam alinhados às prioridades da empresa e às regulamentações do setor e do governo. E também é essencial para uma parceria eficaz com o CEO como consultor estratégico.

4. Continue aprendendo

Assim como médicos, advogados e contadores, os CHROs devem se manter atualizados sobre as últimas pesquisas, regulamentações, tendências do setor, inovações e credenciamentos. Isso inclui se manter atualizado com a média de remuneração atual dos principais cargos, as mudanças nas leis trabalhistas, os avanços na tecnologia de gerenciamento de recursos humanos, as decisões em casos jurídicos importantes relacionados ao RH e as ideias mais recentes sobre recrutamento e gerenciamento de talentos.

5. Construa a sua rede de conexões

Às vezes, conseguir um emprego de executivo sênior de RH ou descobrir que há uma vaga disponível se resume às pessoas que você conhece. Aumente sua rede de contatos participando de eventos de RH, fazendo parte de associações profissionais e mantendo contato com colegas da área. Deixe claro quais são os seus objetivos para seu gerente e colegas mais próximos, para que eles possam oferecer apoio ao longo de sua jornada. Talvez seja interessante encontrar um mentor que tenha um histórico parecido com o seu.

Qualificações e habilidades de CHROs

Embora não exista um único caminho para se tornar um CHRO, as seguintes qualificações e habilidades são desejáveis:

  • Mestrado em RH ou em uma área de negócios relacionada
  • Experiência em uma variedade de áreas funcionais de RH
  • Experiência no gerenciamento de pessoas, equipes e projetos
  • Experiência em liderança
  • Experiência em fusões e aquisições
  • Habilidades sólidas de escuta e comunicação
  • Habilidades avançadas de resolução de problemas
  • Inteligência emocional
  • Competência na criação e no aprimoramento de culturas no ambiente de trabalho
  • Alfabetização digital e de dados
  • Inteligência empresarial

A evolução do papel do CHRO

O papel do CHRO evoluiu de uma posição predominantemente administrativa para a de um consultor de confiança e parceiro estratégico do CEO e de outros membros da diretoria. A pandemia de COVID-19 colocou os CHROs no centro das atenções, pois eles foram encarregados de manter suas organizações operacionais e, ao mesmo tempo, proteger a saúde e a segurança de suas equipes, além de aderir às regulamentações do setor e às orientações em constante mudança. O congelamento das contratações e a escassez de trabalhadores também exigiram que elas rapidamente desenvolvessem planos para aprimorar as habilidades dos funcionários e encontrassem formas criativas de compensar as lacunas de talentos.

Em uma pesquisa realizada em 2023 pela consultoria Mercer, os CHROs identificaram as três áreas a seguir como aquelas sobre as quais gostariam de ter mais conhecimento quando começaram a exercer seus respectivos cargos: análise de dados e insights de RH (41%), tópicos não relacionados a RH, como finanças (40%), e como trabalhar com o conselho de diretores (39%). Quando perguntados sobre como eles veem a mudança da função do CHRO (foram permitidas várias respostas), 79% dos participantes da pesquisa escolheram "gerenciamento mais estratégico diante de interrupções", 60% escolheram "maior uso de tecnologia e automação", 54% escolheram "maior dependência de análise preditiva" e 41% escolheram "foco na capacitação em toda a organização".

Ajude a sua equipe a se conectar, crescer e prosperar com o Oracle ME

Em meio à escassez de talentos e habilidades em todos os setores, os CHROs estão se sentindo mais pressionados a melhorar a experiência do funcionário e reter os melhores talentos. O Oracle ME, parte do conjunto de aplicações Oracle Fusion Cloud Human Capital Management, ajuda as equipes de RH a manter os funcionários engajados por meio de experiências personalizadas que atendem às suas necessidades individuais. As aplicações incluem recursos para orientar os funcionários ao longo de suas atividades profissionais e pessoais, oferecer um serviço de RH ágil, otimizar a comunicação com os contratados em toda a organização e fortalecer o relacionamento entre os trabalhadores e gerentes para criar vínculos e promover o bem-estar geral.

Perguntas frequentes sobre CHROs

Qual o papel de um CHRO?
Como líder da organização de RH, os CHROs supervisionam a contratação, a integração, o treinamento, a remuneração, o gerenciamento de desempenho, a cultura, os benefícios e outras "funções de pessoal" alinhadas aos objetivos da empresa e, ao mesmo tempo, garantem que a empresa esteja em conformidade com as regulamentações trabalhistas do governo e do setor.

Qual é a formação necessária para se tornar um CHRO?
A maioria dos CHROs tem diploma de bacharel em RH ou em uma área de negócios relacionada. Muitos também têm um MBA ou um mestrado em RH.

Como os CHROs trabalham com os CEOs?
Os CHROs fazem parceria com CEOs para criar a gestão de talentos e outras estratégias de RH para dar suporte aos principais objetivos da empresa. Eles oferecem aos CEOs conselhos e insights sobre todos os assuntos relacionados aos funcionários e seu impacto na organização.

6 estratégias para CHROs conectarem o sucesso dos funcionários e o crescimento dos negócios

Os CHROs precisam gerenciar a grande lacuna que existe entre as expectativas dos funcionários e os objetivos corporativos. Saiba como preenchê-la.