Principais desafios dos CFOs em 2024

Lynne Sampson | Estrategista de Conteúdo ERP | 9 de fevereiro de 2024

Os ventos macroeconômicos estão acelerando. A maioria dos economistas prevê uma recessão nos próximos 12 meses. A taxa de inflação dos Estados Unidos mais do que dobrou desde 2020, levando os bancos centrais de todo o mundo a aumentar as taxas de juros. Adicione a isso as incertezas geopolíticas: a guerra na Ucrânia, agitação política em países da China ao Irã e ameaças persistentes à saúde representadas por uma pandemia que se recusa a terminar. Todas essas tendências continuam a interromper as cadeias de suprimentos, pois as flutuações na demanda e no fornecimento afetam os níveis de estoque, o acesso a portos e os custos de armazenamento.

Com tudo isso em mente, não é de surpreender que os CFOs estejam planejando contenções para os próximos anos. Caberá aos líderes financeiros e suas equipes ajudar as empresas a enfrentar a tempestade.

A evolução do papel do CFO

A função do diretor financeiro (CFO) continua a evoluir, com menos ênfase na pontuação e mais na estratégia de negócios. Historicamente, o CFO tem sido responsável pelo balanço patrimonial, demonstrativos de lucros e perdas (P&L), contabilidade, fechamento financeiro e conformidade regulatória. Mas, nos últimos anos, muitas dessas responsabilidades foram transferidas para um controlador ou diretor de contabilidade (CAO), especialmente em grandes empresas. Os CFOs agora estão mais envolvidos no planejamento e nas previsões, ajudando outros executivos a tomar as melhores decisões para a força de trabalho, planos de vendas, estoque, cadeias de suprimentos e outras linhas de negócios da empresa.

Cada vez mais, a diretoria procura conectar seus planos de negócios em suas equipes de finanças, RH, vendas e cadeia de suprimentos. Essa abordagem, conhecida como “planejamento conectado”, fornece uma visão mais profunda dos dados em toda a empresa para que os líderes possam ter uma boa visão de todo o plano de negócios e não apenas de uma parte dele. O planejamento conectado ajuda a melhorar a tomada de decisões e identificar a estratégia certa para os negócios. Mais CFOs estão agora fazendo parceria com seus colegas executivos (diretores de operações, líderes de vendas, etc.) para conectar planos entre as linhas de negócios e fornecer melhores informações em toda a empresa.

10 Principais desafios dos CFOs em 2024

À luz dos desafios econômicos – incluindo inflação, agitação geopolítica e uma provável recessão –, os CFOs identificaram os seguintes como seus 10 principais desafios para o ano:

1. Cortar os custos certos

De acordo com uma pesquisa da Grant Thornton, 58% dos entrevistados classificaram a otimização de custos como sua principal preocupação para os próximos seis meses. As áreas em que os CFOs estão de olho para economizar custos incluem número de funcionários, viagens, honorários de consultoria, racionalização da linha de produtos e investimentos em tecnologia. As soluções potenciais que os CFOs estão procurando para ajudá-los a reduzir custos incluem software de gerenciamento de custos e lucratividade; IA e machine learning para automatizar tarefas, como correspondência de dados e reconciliações de contas; e análise preditiva para identificar possíveis vieses nas previsões.

2. Atrair e manter os talentos certos

A mão de obra continua sendo um dos recursos mais escassos no mundo dos negócios, com milhões de vagas de emprego não preenchidas. A falta de talentos em finanças e TI tem incomodado os CFOs por quase uma década, de acordo com uma pesquisa da AICPA-CIMA, mas a escassez de mão de obra atual se estende a operações, manufatura, logística, vendas e empregos de nível iniciante em todos os setores. Os líderes financeiros e de RH estão examinando seus planos de força de trabalho para ajudar a garantir que suas empresas possam continuar operando em escala.

3. Identificar os investimentos certos para impulsionar o crescimento

Em 2024, os CFOs enfrentam a tarefa nada invejável de cortar custos enquanto continuam a investir em projetos, produtos e inovações que impulsionam os lucros e o crescimento da receita. Embora a atividade de fusões e aquisições provavelmente desacelere devido ao alto custo dos empréstimos, outros investimentos – como a expansão para uma nova região ou linha de produtos – precisarão de uma avaliação completa para equilibrar o risco com a recompensa potencial. A modelagem cuidadosa de cenários usando software de gerenciamento de desempenho empresarial (EPM) pode ajudar nessas avaliações.

4. Planejamento de caixa e liquidez

Quando ocorre uma recessão, o caixa é quem manda. É fundamental ter dinheiro suficiente em caixa para compensar possíveis perdas de receita; e com altas taxas de juros, tomar empréstimos para investir no crescimento pode se tornar proibitivamente caro. Historicamente, o fluxo de caixa é calculado mensalmente; no entanto, novas tecnologias que usam inteligência artificial podem ajudar os CFOs a obter uma visão de sua posição de caixa a qualquer momento. Essa visão de previsão contínua do caixa tem o potencial de mudar o jogo quando se trata de equilibrar a dívida com o patrimônio.

5. Previsões mais frequentes e precisas

Planejamento e análise financeira (Financial Planning and Analysis, FP&A) é uma das funções básicas de uma equipe financeira, mas desde o choque da pandemia em 2020, muitas empresas aumentaram a frequência de seus ciclos de planejamento financeiro. A modelagem de cenários, em particular, assumiu uma nova urgência à medida que os CFOs buscam desenvolver planos de contingência para o próximo evento atípico. Processos manuais e planilhas retardam os ciclos de planejamento, de modo que os líderes financeiros estão procurando aplicações de planejamento financeiro com IA, machine learning e análise preditiva para melhorar a velocidade e a precisão de suas previsões.

6. Rentabilidade

Os participantes da conferência de Davos de 2023 na Suíça enfatizaram a importância de operações lucrativas no atual clima econômico. O software de gerenciamento de custos e lucratividade pode ajudar as equipes financeiras a trabalhar com vendas e marketing para analisar cada produto e serviço individual, até o SKU individual, para ajudar os proprietários de produtos a oferecer os produtos e serviços certos e definir os preços adequadamente.

7. Aproveitar ao máximo os investimentos em tecnologia

Nos últimos dois anos, muitas empresas dobraram seus investimentos em tecnologia ao perceberem que seus sistemas legados on-premises não poderiam lidar com a força de trabalho e as interrupções da cadeia de suprimentos causadas pela pandemia. Agora que investiram tanto, os CFOs estão procurando extrair o máximo de benefícios possível de seus esforços de transformação digital. Com os orçamentos de tecnologia provavelmente cortados em 2024, muitas empresas recorrerão a esses investimentos recentes para gerar retornos, reduzir o custo total de propriedade e ajudar a empresa a introduzir novos produtos e serviços com uma quantidade mínima de novos gastos.

8. Interrupções na cadeia de suprimentos

Os lockdowns podem ter terminado, mas as interrupções na cadeia de suprimentos continuam em meio a incertezas geopolíticas e escassez de mão de obra. Os CFOs continuarão a trabalhar em estreita colaboração com seus diretores de operações (COOs) para planejar e mitigar interrupções na cadeia de suprimentos com a ajuda de software e sistemas de planejamento de negócios integrados.

9. Planejamento, relatórios e conformidade de ESG

Órgãos reguladores na União Europeia introduziram novos requisitos de conformidade em questões ambientais, sociais e de governança (ESG). A SEC está de olho em regras semelhantes para empresas públicas nos Estados Unidos, e embora essas regras ainda possam ser contestadas no tribunal, as empresas já estão se preparando para cumpri-las. As soluções de planejamento e geração de relatórios de ESG devem ser capazes de reunir dados precisos de toda a empresa – incluindo finanças, vendas, operações, RH e sistemas de cadeia de suprimentos – para criar relatórios narrativos que atendam às demandas dos reguladores.

10. Custos de capital

À medida que as taxas de juros sobem, os CFOs estão atentos às dívidas das empresas. Os pagamentos de empréstimos existentes provavelmente aumentarão e os novos empréstimos serão fortemente reduzidos. Quaisquer novos investimentos para impulsionar o crescimento dependerão mais fortemente das reservas de caixa existentes. Isso exigirá um planejamento financeiro cuidadoso para garantir que a empresa não acumule dívidas (a causa mais frequente de falências corporativas).

10 Principais desafios dos CFOs em 2024
Os principais desafios para os CFOs em 2024 incluem atrair os talentos certos, cortar os custos certos, monitorar a lucratividade e melhorar as previsões.

Elimine a lacuna tecnológica com o ERP

As soluções de software modernas são projetadas para a maioria dos desafios mais difíceis que os CFOs podem esperar em 2024, abrangendo todo o back office. Um sistema ERP moderno com recursos de gerenciamento financeiro pode ajudar muito os CFOs a fechar a lacuna tecnológica, enquanto dados consistentes e robustos combinados com velocidade em tempo real e ferramentas analíticas poderosas ajudam os CFOs e suas equipes a fornecer as informações certas no momento certo para a tomada de decisões estratégicas.

Do planejamento contábil, financeiro e operacional à cadeia de suprimentos e compras, essa visão holística ajuda os CFOs a trabalhar em estreita colaboração com outros diretores para identificar os melhores lugares para cortar custos, mantendo capital suficiente disponível para impulsionar o investimento e o crescimento. O software ERP em nuvem da Oracle também oferece suporte a ciclos de planejamento e previsão mais frequentes, para que, conforme as condições macro mudem, a empresa possa adaptar sua estratégia e executar mudanças rapidamente.

Perguntas frequentes sobre os desafios dos CFOs

Com o que os CFOs estão preocupados?

Em 2024, os CFOs estão preocupados com o impacto que as tendências macroeconômicas terão em seus negócios. Essas tendências incluem inflação, taxas de juros mais altas, agitação geopolítica, escassez na cadeia de suprimentos e uma possível recessão.

Quais são os desafios para os executivos de finanças?

Os CFOs estão fortemente envolvidos no planejamento e na estratégia, ajudando outros executivos a tomar as melhores decisões para a força de trabalho, planos de vendas, gestão de estoque, cadeias de suprimentos e outras linhas de negócios da empresa.

Quais desafios os profissionais de finanças enfrentam hoje?

Entre os principais desafios enfrentados pelos profissionais de finanças de hoje estão: cortar custos, atrair e reter talentos e equilibrar esses dois imperativos para garantir o crescimento futuro.

Com o que os CFOs se preocupam?

Os CFOs se preocupam com o desempenho financeiro de seus negócios e devem tomar medidas para mitigar o risco de tendências macroeconômicas, como inflação e escassez de trabalhadores. Essas etapas podem incluir corte de custos, demissões, previsões frequentes, investimentos ou expansão.

Tela Solicite uma demonstração do ERP

Veja como o Oracle Cloud ERP oferece agilidade na adoção de novos modelos e processos de negócios rapidamente, ajudando a reduzir custos, aprimorar previsões e inovar com mais rapidez.