Nenhum resultado encontrado

Sua pesquisa não corresponde a nenhum resultado.

Sugerimos que você tente o seguinte para ajudar a encontrar o que procura:

  • Verifique a ortografia da sua pesquisa por palavra-chave.
  • Use sinônimos para a palavra-chave digitada; por exemplo, tente “aplicativo” em vez de “software.”
  • Tente uma das pesquisas populares mostradas abaixo.
  • Inicie uma nova pesquisa.
Perguntas Frequentes

O que é SaaS (Software as a Service)?

Software como serviço (Software as a Service - SaaS) é um modelo de entrega de software em que o provedor de nuvem desenvolve e mantém software de aplicativo em nuvem, fornece atualizações automáticas e disponibiliza software para seus clientes através da Internet em um pagamento conforme o uso. O provedor de nuvem pública gerencia todo o hardware e software tradicional, incluindo middleware, software de aplicativo e segurança. Assim, os clientes de SaaS podem reduzir drasticamente os custos; implantar, dimensionar e atualizar soluções de negócios mais rapidamente do que manter sistemas e software no local e prever o custo total de propriedade com maior precisão.

No início dos anos 2000, a primeira geração de soluções SaaS era isolada, inflexível e projetada para resolver um único problema. Desde então, o SaaS evoluiu significativamente. Hoje, os aplicativos modernos em nuvem podem abranger - e conectar - tudo, desde finanças, recursos humanos, compras e processos da cadeia de suprimentos até soluções de comércio, marketing, vendas e serviços. Outros benefícios de uma solução moderna e completa de SaaS incluem:

História do SaaS

Na década de 1960, os computadores mainframe eram conectados a terminais burros que compartilhavam o software do mainframe, um sistema de entrega de software conhecido como tempo compartilhado (time-sharing). Como o custo dos computadores começou a cair na década de 1980, muitas empresas criaram sua própria versão local de compartilhamento de tempo, que foi chamada de rede local (LAN). No entanto, a empresa (não o provedor de tecnologia) era responsável por fornecer e gerenciar o hardware e a rede.

Com o advento da Internet na década de 1990, os provedores começaram a hospedar softwares e a disponibilizá-los aos clientes pela Internet. Entretanto, esse precursor do SaaS, chamado de modelo de provedor de serviços de aplicativos (ASP), tinha sérias limitações. Por exemplo, cada cliente exigia sua própria versão do software, o que significava ter que instalar algum software nos computadores dos usuários. A configuração era cara e demorada. E, finalmente, as soluções ASP normalmente não oferecem uma maneira de coletar e agregar dados de forma eficiente.

As primeiras soluções SaaS surgiram no final da década de 1990, quando o termo SaaS foi originalmente cunhado. Este novo modelo entregou eficiências muito maiores do que o modelo ASP. Uma única instância do aplicativo pode servir a vários usuários e até mesmo clientes, graças à sua arquitetura de multilocação. A instalação local do software não era mais necessária. Além de fornecer uma maneira de coletar, agregar e centralizar dados valiosos de aplicativos.

Embora o modelo de entrega tenha permanecido constante desde o início dos anos 2000, o SaaS evoluiu significativamente de soluções isoladas de primeira geração para suítes SaaS modernas que permitem alta visibilidade em toda a empresa e podem estender o poder do SaaS por meio de tecnologias integradas, como IA, aprendizado de máquina, chatbots, assistentes digitais, IoT, blockchain, realidade aumentada e realidade virtual.

Benefícios comerciais do Software como Serviço

Os fornecedores de software passaram os últimos anos bombardeando profissionais de TI e executivos com mensagens sobre as vantagens da computação em nuvem em suas várias formas. Algumas dessas mensagens foram direcionadas aos contadores e analistas de números, discutindo as vantagens das despesas operacionais (OpEx) em comparação com as despesas de capital (CapEx). Outros atingiram a comunidade de TI com mensagens sobre escalabilidade, capacidade sob demanda e a capacidade da nuvem de assumir as tarefas rotineiras de gerenciamento de infraestrutura e permitir que a equipe de TI se concentre nos problemas dos negócios.

Há muita verdade em cada um desses argumentos, mas pouca energia foi dedicada a explicar aos gerentes de LOB por que os aplicativos corporativos entregues na nuvem por meio do modelo SaaS e pagos por assinatura não só fazem muito sentido , como são essenciais para preencher a lacuna de inovação da qual os executivos costumam reclamar para suas organizações de TI.

SaaS não é um conceito novo. Na verdade, os aplicativos baseados na web fornecidos por provedores de serviços de aplicativos (ASPs) são anteriores ao conceito de "computação em nuvem" como o conhecemos hoje. Os primeiros aplicativos entregues usando o modelo SaaS geralmente focavam em automação da força de vendas (SFA) , gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) e gerenciamnto do conteúdo da web. Hoje, a Oracle oferece um conjunto completo de aplicativos de negócios para planejamento de recursos empresariais (ERP), gerenciamento de portfólio de projetos (PPM), planejamento e orçamento, relatórios financeiros, gerenciamento de capital humano (HCM), gerenciamento de talentos, vendas e marketing, atendimento ao cliente e suporte, redes sociais, marketing social e engajamento e monitoramento social.

Ao contrário do que é oferecido por muitos dos ASPs de primeira geração e outros fornecedores de SaaS, os aplicativos de negócios SaaS da Oracle são modernos e de última geração e contam com o apoio do nome Oracle, bem como dos bilhões de dólares investidos no desenvolvimento de software e infraestrutura para criar e entregar seus aplicativos. Se você é um gerente de linha de negócios procurando obter os recursos mais recentes sem a dor de cabeça frequentemente associada a atualizações pesadas, vamos mergulhar e explorar os benefícios dos aplicativos SaaS.

Desde o início, o modelo SaaS foi projetado para fornecer um conjunto básico de benefícios comerciais em relação aos aplicativos locais:

Custos iniciais mais baixos Elimine a necessidade de hardware e middleware adicionais.
Reduza os custos de instalação e implementação.
Valide e corrija os erros antes de fazer atualizações em seus dados mestre.
Custos contínuos previsíveis Elimine custos imprevisíveis de gerenciamento, correção e atualização de software e hardware.
Transforme despesas de capital em despesas operacionais.
Reduza o risco com especialistas em gerenciamento de software e supervisão da segurança na nuvem.
Implantação rápida Comece a trabalhar em horas em vez de meses.
Ative e use as inovações e atualizações mais recentes.
Patches de software automatizados.
Escalabilidade sob demanda. Escale instantaneamente para atender às crescentes demandas de dados ou transações.
Reduza as interrupções, mantendo os níveis de serviço.

Nuvem vs SaaS: Qual é a diferença? Aplicativos em nuvem como plataforma de inovação.

Enquanto a redução de custos e a eficiência da TI impulsionaram o desenvolvimento de aplicativos em nuvem de primeira geração, os aplicativos SaaS modernos tornaram-se plataformas de inovação para atender aos desafios competitivos da era digital, tais como:

  • Estender a funcionalidade de seus aplicativos SaaS para oferecer suporte a aplicativos de colaboração como Slack e Zoom.
  • O poder da pequena empresa. A nuvem, os dispositivos móveis e as mídias sociais estão permitindo que empresas pequenas e startups criem produtos inovadores e alcancem mercados com uma velocidade sem precedentes.
  • A era de descontentamento do consumidor. Armados com dispositivos móveis e mídias sociais, os consumidores têm mais opções e mais informações do que nunca.

Em resposta a esses desafios, um pacote SaaS moderno pode impulsionar a inovação em toda a empresa, apoiando uma inovação mais rápida, proporcionando experiências superiores aos clientes e permitindo melhores decisões de negócios com análises integradas e uma visão holística de todo o negócio.

Recursos do pacote SaaS moderno

Soluções conectadas entre empresas. Conecte e otimize o processos comerciais entre departamentos.
Tenha uma visão holística de todo o seu negócio.
Caminhos de atualização mais rápidos e flexíveis. Acesse novos recursos a cada três meses.
Opte por atualizar no ritmo do seu negócio, não de acordo com o cronograma do fornecedor.
Personalização fácil. Personalize rapidamente as soluções de acordo com as necessidades do seu negócio.
Preserve personalizações valiosas por meio de atualizações.
Portabilidade de dados. Compartilhe e/ou mova dados em aplicativos SaaS, locais e em nuvem privada.
Prepare, visualize e analise dados rapidamente para ver tendências e padrões.
Incorpore dados de terceiros para análises avançadas.
Análises integradas. Acesse dados em tempo real.
Evite custos de saída de dados dispendiosos e demorados.
Inovação mais rápida aproveitando tecnologias integradas. Melhore a produtividade com autoaprendizagem integrada e inteligência adaptável.
Inove de forma rápida e contínua em toda a cadeia de valor com IA, aprendizado de máquina, chatbots, assistentes digitais, IoT, blockchain e outras tecnologias emergentes.

Um único pacote de aplicativos SaaS, desenvolvido para a nuvem

Alguns provedores de SaaS simplesmente migram seu software local para a nuvem e o chamam de SaaS. Este modelo tem suas desvantagens e não tira total proveito do modelo de entrega em nuvem. Na verdade, você pode acabar com muitas das mesmas limitações das soluções locais, incluindo contas de suporte significativas, altos custos indiretos relacionados a TI devido ao mesmo processo lento de atualização e sistemas desconectados, todos os quais reduzem a inovação e agilidade em seus negócios.

No entanto, um pacote SaaS projetado desde o início para a nuvem pode fornecer:

Desenvolvimento rápido de aplicativos e acesso a inovações

Como a inovação é tão importante na era digital, as empresas desejam aproveitar as vantagens dos recursos mais recentes. O SaaS projetado para a nuvem acelera os ciclos de inovação e oferece acesso mais rápido às inovações e aos aplicativos mais recentes. Por outro lado, o modelo SaaS na nuvem local exige que você espere por inovações devido aos ciclos de desenvolvimento mais longos típicos de soluções e aplicativos locais.

Processos de negócios SaaS conectados

As empresas querem uma solução SaaS que ofereça suporte a processos como procure-to-pay (P2P) ou order-to-cash (O2C) na nuvem, sem integrações caras e gerenciamento complexo. Para tornar isso possível, um pacote SaaS moderno é desenvolvido em uma única plataforma baseada em padrões que inclui um modelo de dados comum para toda a empresa; uma experiência de usuário unificada (incluindo dispositivos móveis e mídias sociais); níveis de segurança compartilhados; cronogramas de lançamento sincronizados e mais.

O futuro do SaaS - Roteiro de software como serviço

Os especialistas de mercado concordam que o futuro do SaaS é forte. De acordo com um relatório do Gartner de 2017 , as vendas de soluções SaaS continuarão a crescer mais de 23% ao ano, de US $ 270 bilhões em 2020 para mais de US $ 332 bilhões em 2021.

Espera-se que a inovação nas próprias soluções SaaS ajude a impulsionar esse crescimento, incluindo:

IA Com a adoção de soluções de IA em ascensão, espera-se que a IA se torne cada vez mais parte integrante dos aplicativos corporativos de SaaS, incluindo inteligência adaptativa (que aprende e se adapta aos dados e ao comportamento do usuário).

Gerenciamento autônomo de TI a IA e o aprendizado de máquina também desempenharão papéis vitais na condução de um gerenciamento mais autônomo e menos dependente de humanos em toda a pilha de TI.

IA, Aprendizado de Máquina, Chatbots, Assistentes Digitais IoT, Blockchain, Aprendizado de Máquina, Realidade Virtual, Realidade Aumentada Cada uma dessas tecnologias é cada vez mais vital para a inovação digital e provedores com visão de futuro já estão encontrando maneiras de oferecê-las em suas ofertas de SaaS.

SaaS do setor: profundidade vertical e conexão horizontal Embora o SaaS tenha começado como uma maneira de fornecer soluções verticais rapidamente para um único departamento, as empresas precisam e esperam cada vez mais a visibilidade entre os negócios. Procure mais profundidade vertical de provedores que oferecem pacotes de negócios cruzados, bem como mais APIs e integrações prontas para soluções de nuvem híbrida.