Nenhum resultado encontrado

Sua pesquisa não corresponde a nenhum resultado.

Sugerimos que você tente o seguinte para ajudar a encontrar o que procura:

  • Verifique a ortografia da sua pesquisa por palavra-chave.
  • Use sinônimos para a palavra-chave digitada; por exemplo, tente “aplicativo” em vez de “software.”
  • Tente uma das pesquisas populares mostradas abaixo.
  • Inicie uma nova pesquisa.
Perguntas Frequentes

Customer Innovation Labs: uma ponte do status quo para o futuro

Somos uma equipe multidisciplinar, dedicada a explorar novas perspectivas de negócios, possibilitadas pelas soluções Oracle. Somos adaptáveis, mantemos as coisas simples e somos apaixonados por transformação.

Quais os conceitos por trás do Customer Innovation Labs?

Muitas organizações costumam trabalhar com soluções específicas para problemas específicos. Mas e quando é preciso lidar com um problema que decorre de um processo corporativo inadequado? Ou quando é necessário adequar uma tecnologia emergente ao contexto de negócios em um mercado dinâmico? É aí que entra o Oracle Customer Innovation Labs for Latin America.

Com base em áreas de conhecimento como Experience Design, Design Thinking, Future Vision e Storytelling, nossa equipe incentiva os clientes através da criação de cenários futuristas, hipóteses transformacionais, estimulando modelos disruptivos, gerando protótipos e outras ações que ajudam todos a se prepararem para o futuro, hoje.

Onde o Customer Innovation Labs está presente?

Com unidades na América Latina desde 2017, o Customer Innovation Labs continua uma prática de inovação desenvolvida há anos pela Oracle na região. Atualmente, a iniciativa possui bases no Brasil (São Paulo e Brasília), Colômbia (Bogotá), Argentina (Buenos Aires), Chile (Santiago), México (Cidade do México) e Peru (Lima), com planos de expansão para outras localidades.

O Customer Innovation Labs é restrito a clientes?

Não. Existem casos em que uma empresa interage diretamente com o Customer Innovation Labs sem ser ou se tornar uma cliente Oracle. A prioridade é sempre criar soluções novas para problemas, práticas e culturas corporativas.

A Oracle geralmente envolve o nosso ecossistema, incluindo Oracle Volunteers, Oracle for Startups, universidades, agências governamentais, ONGs, escolas e comunidades, que também contribuem com suas perspectivas quando se trata de inovação.

Sonhando com novas ideias

Sonhando com novas ideias

Do pensamento à atuação Inovadora

Ajudamos nosso cliente a permanecer relevante.

Compartilhamos nosso conhecimento em tecnologias, práticas de inovação e desenvolvimento estratégico, com o objetivo de gerar novas ideias que possam complementar as empresas dos nossos clientes.

Furhat no Labs São Paulo

Furhat no Labs São Paulo

Hardware e software não andam sozinhos, não é mesmo?

No Oracle Innovation Labs em São Paulo (Brasil), temos a Furhat (esse robô) com várias skins que interagem com as pessoas. Nosso Oracle Digital Assistant está plugado a ele e conectado à nossa Loja Conceito para Varejo.

MIT no Labs São Paulo

Conexão entre Oracle, MIT, Dito, Cortex e Involves

Criadores de três Scaleups brasileiras, junto com estudantes do MBA do MIT e o Arthur Rabelo, um dos líderes do Oracle for Startups LAD, participaram de uma discussão sobre o ambiente de Inovação no Brasil.

Smart Factory

Smart Factory

Automação na Indústria 4.0

Maquete que demonstra o uso de IoT para monitorar a saúde da cadeia de produção de uma fábrica inteligente.

VR Backoffice Panel

VR Backoffice Panel

Aplicativo ERP de realidade virtual

Um aplicativo móvel que oferece controle total de uma fábrica de veículos através de uma experiência única e interativa.

Realidade Virtual

Realidade Virtual

Óculos VR permitem o treinamento de novos operadores em um armazém

Identificou-se que quando novos operadores são contratados, a produtividade baixa, pois os antigos trabalhadores estão treinando os novos e os novos não sabem operar. Para quem não conhece muito bem uma adega, ela tem “vida própria”, algumas podem até medir 1200m2 ou mais. Com isso, os novos operadores poderão saber a distribuição, localização, código entre outros.